Simpsons novamente perde o dublador.

Novamente teremos que aturar uma dublagem sem graça nos Simpsons, ou não?

Da última vez que trocaram dubladores, os simpsons, ao menos no Brasil, sofreram uma queda no quesito humor (principalmente na voz do Homer, pois o substituto de nada tinha de engraçado, apenas tinha de forçado).

Agora, por causa de direitos trabalhistas (e por sinal, corretíssimo da parte do dublador) a Fox mandou retirar a voz lendária de Homer e substituí-la por outro.

Uma coisa que me deixa abismado nisso tudo é novamente entrando em cena a União Brasileira, onde todos somos unidos enquanto não nos atacam. Se a classe dos dubladores fosse unida, provavelmente a Fox teria que ceder aos apelos do dublador pois não conseguiria dubladores, como não é, arruma outro e danem-se os demais. A longo prazo todos se prejudicam.

Outro exemplo é a comunidade de Paquetá, no Rio de Janeiro. Há anos todos reclamam das Barcas e dos Aerobarcos, de suas tramóias e tudo mais. Mas na prática nunca teve qualquer tipo de mobilização real e realmente danosa a empresa que explora as Barcas e os Aerobarcos. Até mesmo de gente muito próxima escuto um "pra que lutar."

Pior que nem sairia trabalhoso algo a esse respeito, protestar de forma inteligente. Bastaria apenas usar um pouco de massa encefálica e conseguiria algo. Tinha idéias de protestos a ambos os casos, mas de que adianta comentar a respeito se mesmo os que me ouvirem não terão mobilização o suficiente para levar adiante? E, o pior, bastaria apenas as empresas atenderem uma parte dos pedidos ou uma parcela dos pedintes pra ocorrer um efeito dominó que mina as forças de todos.

Exemplo:
Anos atrás houve uma paralização que envolvia professores e funcionários do serviço público federal dentro das universidades. Foi uma união esplêndida, seguida por quase a totalidade dos funcionários. Apenas não entraram na greve, como sempre, os funcionários dos setores privados das faculdades (que recebem por fora, em pesquisas e talz, e que não podem deixar a faculdade, logo, aproveitam e trabalham normalmente) ficaram de fora. A solicitação era um aumento de salário. Até aí tudo bem, todos pedem. Como o governo desarticulou a greve? Deu aumento a apenas a parcela menor dos grevistas, no caso, os professores.

Com o aumento conseguido, os professores voltaram a labuta, aliás, tentou, pois a greve impedia os estudantes de estudar. Daí a mídia se voltou contra os grevistas (pois agora a greve era apenas de peixes pequenos, que mesmo que sejam muitos, ninguém se importa com peixe pequeno) e no final de tudo acabaram concordando com o aumento oferecido pelo governo, que era menor do que o pedido, mas que apenas os professores conseguiram. E ao que parece, o governo depois não deu esse aumento.

Foi como dizia Maquiavel e outros pensadores, se você está lidando com lideranças, deve miná-las através de bajulações em pontos específicos da revolta, não em toda ela. As pessoas são melhores no que diz respeito a se destruírem do que mesmo em destruírem. Se existem 40 pessoas querendo te bater, deve identificar seus líderes, escolher alguns entre eles e bajulá-los. Como esses específicos mudarão de opinião a seu respeito, os demais perderão força de mobilização e se não desistirem, acabarão se destruindo.

Exemplo: O que acontece na palestina. Os EUA+Israel+Similares optaram por dar apoio a um dos regimes palestinos, o Fatah. Incondicional, por sinal. Agora um dos outros grupos, também palestinos, o Hamas, parou de atacar Israel e passou a atacar o Fatah. Lindo, se eles queriam prejudicar os palestinos, conseguiram. Agora a luta é interna, eles estão se matando, basta apenas dar apoio ao que querem que ganhe e deixar o outro grupo dizimar em paz. Quem sairá ganhando com isso não é nenhum representante do povo palestino.

Isso foi feito antes em diversos países e vai continuar sendo feito, pois a individualidade é inteligente e as massas são burras, já disseram antes. Somente demagogo acredita que comunidades são coisas inteligentes.

(E é mais impressionante ainda o efeito que uma simples notícia a respeito de um dublador pode desencadear tanta coisa tosca... =/)


Homer Simpson perde o seu dublador no Brasil
Waldyr Sant'Anna está fora do seriado e do filme
15/06/2007 - Marcelo Hessel


A dublagem de Os Simpsons no Brasil volta a sofrer abalos. Waldyr Sant'Anna não é mais a voz de Homer no seriado, nem será no longa-metragem. O dublador escreveu aos fãs para dar a sua versão da dispensa.

"Agradeço profundamente emocionado todas as demonstrações de descontentamento pela minha substituição na série e no longa-metragem dos Simpsons. Estou sendo penalizado e até condenado por alguns, pelo fato de ter tido a coragem de cobrar o que nossa legislação garante, o que ao longo dos últimos 50 anos os distribuidores de filmes insistem em desrespeitar e a pressão econômica exercida pelo capital estrangeiro nos obriga a aceitar, ou não sobreviver deste trabalho caso se rebele", disse Sant'Anna.

O motivo do afastamento teria sido o processo que o dublador move contra a Fox, pelo não-pagamento e o uso não autorizado de sua voz nos DVDs da série. Questão trabalhista à parte, o fato é que o substituto foi escolhido. Carlos Alberto, ator, radialista e ex-apresentador do canal SporTV, já começou a gravar no estúdio Audionews a nova voz do personagem.

Há alguns anos, durante a troca de empresas que faziam a dublagem da série no Brasil, Sant'Anna foi substituído. Assim que a Herbert Richers assumiu, porém, em 2004, a equipe do estúdio fez questão de chamar o dublador de volta.

Sant'Anna chegou a gravar o teaser trailer do filme, como contou - com a voz de Homer - em áudio ao Omelete.

Fonte: Omelete

11 comentários:

  1. Já vi que não vou ver o filme no cinema.

    É incrível como as empresas quando "prejudicadas", preferem simplesmente descartar o funcionário, a simplesmente tentar amenizar a situação.

    ResponderExcluir
  2. Bem legal a mátéria.

    não conheço a voz do Homer brasileiro.

    abs: L.Sakssida

    ResponderExcluir
  3. Eu acho que a dublagem, com certeza, influencia no todo de qualquer obra, principalmente de seriados, pois estamos acostumados com o jeito e tom da voz do respectivo profissional.
    Texto legal.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Fiqeui curiosa:quanto será que ganha um dublador?Vive disso?

    Mudar o dublador é modificar parte do personagem.A gente sempre leva um "susto" quando a voz muda;afinal,a voz, sua entonação, sua singularidade,seus "jogos de linguagem"(daquele dublador) já faz parte dos elementos que compõe a personagem.

    ResponderExcluir
  5. perder dublador é chto p karamba...
    o sherek tb perdeu o seu... nao sei se o terceiro esta bom vc ja viu?

    http://reticenciasprincipais.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. nossa
    eh verdade como um assuntuh vira outro assim
    rapidinho
    mas em relação aos simpsons
    perdeu a graça ¬¬

    Otimo blog
    textos perfeitos!

    parabens!!

    =*

    ResponderExcluir
  7. Hum....
    nunca gostei de simpson não, acho q nem notaria a diferença de dubladores

    ResponderExcluir
  8. PK eu nom acho q foi machista, eu sou mulher e tmb nom gosto de ficar o com menino magrelo, também nom gosto quando minhas maigas falam q estão gordas, as meninas ficam gostosas e ahcam q estão obesas, eu nem escrevi mas vc me fez lembrar q eu tenho uma amiga q tem uma irmã, essa minha amiga ela é magra, agora ela ta com o corpo bem legal sabe,bem brasileira, bundão, cintura fina, ta linda, e a irmã dela é obesa, e essa minha amiga fala cnstantemente perto dessa irmã dela q ela ta gorda (não a irã,ela msm) e a irmã dela fica tão nervosa q come cada vez mais, ja tentaram levar ela em medicos pra passar regimes, ja levaram ela p natação e nada resolve pq ela fica revoltada com a irmã q é magra a e fala q é gorda, esses dias ela comeu um negocio e disse q queria vomitar, e ela foi...ai eu briguei com a irmã dela pq ela fica falando essas coisas ai a outra começa com essas coisas e isso é perigoso p caramba, ai a minha amiga falou, li vc ta vomitando, ai ela: to tentando, nossa depois q ela siau dp banheiro ela levou um xingo da irmã ai eu peguei falei, li nom pode pq isso faz mal tals, só sei la tem tanta coisa acontecendo na casa dela q ninguem repara se ela continua vomitanto ou não, pq os pais delas estão se separando, ela vive sozinha em casa o dia todo ate a hora q o pai dela chega e depois chega a mãe e por ultimo a irmã q é na minha opinião a raiz do problema...e dragus haha verdade né...o padrão deles de tamanho muda direto, é ruim pra caramba isso, pq ai vem as meninas locas ai q vão comprar um tamanho...sei la...36 e nom serve mais ai ela ja fica loca flando q ta gorda..q a balança ta quebrada e tudo mais...e realmente vc só vai ser feliz se vc for só ossos...eu ja fico revoltada quando meu osso aqui perto do pescoço sabe, do ombro começa aparecer...affffffffff horrivel..bem meus queridos
    adoro vcs^^

    sou muito fã de vcs^^

    bjus
    cuidem-se
    ótimo domingo

    ResponderExcluir
  9. Nossa que chato...nem quero mais ver o filme...já tinha me acostumado com a voz do homer...
    Entra no meu blog...
    http://fabulousking.blogspot.com/
    Até +

    ResponderExcluir
  10. O mais preocupante não é a troca de dublador, mas o desrespeito com o qual as grandes empresas tratam seus funcionários.
    Sou funcionário de banco e já participei de duas greves. Enquanto muitos estamos nas ruas, sempre tem os pelegos que permanecem trabalhando para subir no conceito dos chefes.
    A cachorrada maior foi no ano passado, quando colegas que não aderiram a greve foram à assembléia votar pelo fim da mesma. Pôrra, se eles não estavam participando da greve, porque votar pelo fim da mesma? Mais dignos foram aqueles que na mesma assembléia, embora não concordassem com a paralisação, se abstiveram, em respeito à mobilização dos companheiros.

    ResponderExcluir
  11. se ele conseguir falar d'oh corretamente, já está bom demais para mim.
    ^^

    ResponderExcluir

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.