Robótica é coisa do passado!

Olá povo!

Não, não irei falar de nenhuma inovação tecnológica que há de desbancar a robótica. Lendo uma notícia hoje descobri que a robótica é mais antiga do que se imaginava, datando da época de Cristo, sim isso mesmo, CRISTO!

O cientista britânico Noel Sharkey da Universidade de Sheffield, descobriu que o primeiro autômato é da autoria de Heron de Alexandria, ao qual também se da o crédito da invenção da primeira máquina automática de venda de bebidas. O "robô" de Heron seria a primeira máquina guiada por uma programação assim como os computadores de hoje em dia, só que de forma muito menos complexa. Ele funcionava através de um sistema que envolvia desde cordas, peso e até trigo! Dependendo da forma que a corda era enrolada o "robô" executava um determinado tipo de movimentação, tendo até uma certa pausa antes do próximo movimento.
Não era só isso que o "robô" fazia, segundo os relatos que Sharkey estudou ele também apresentava um pequeno teatro de fantoches sozinho, onde era mostrado Dionísio deus grego do Vinho e senhor do teatro.

Lendo isso fica evidente o quanto estamos atrasado perante os antigos, que inventaram máquinas revolucionárias, ou métodos que até hoje impressionam. Leonardo da Vinci também inventou seu autômato, tratava-se de um leão mecânico que caminhava e apresentava flores.

Bom vejam a notícia original, lá tem uma animação que demonstra como o robô funcionava:
http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0,,MUL78601-5603,00.html
__________________

Só para finalizar gostaria de dizer que nossas amigos Diego Moretto e Arthurius Maximus, cada um nos indicaram a dois prêmio diferentes. Em nome do blog agradeço imensamente pelo reconhecimento, mas antes de fazer um post com nossas indicação, conversarei antes com o Dragus para saber quem ele quer indicar e a qual prêmio.

Até a próxima!

14 comentários:

  1. Rá.

    Muito boa essa, demonstra que não é preciso fazer faculdade de eletrônica pra produzir robôs, apenas ter o interesse... =p

    ResponderExcluir
  2. Interessantíssimo! Nem tenho o que dizer quanto à genialidade dos caras...

    Muito bom!

    :D

    ResponderExcluir
  3. ... caramba!... quer dizer que em todo esse tempo ficamos patinando, em termos"robóticos", sem criar nada de inovador???

    ... bem que já me disseram que esta é a verdadeira era das trevas... do conhecimento, priincipalmente!!!

    ResponderExcluir
  4. Oiiieee... Gostei muito do seu blog... =]

    Parabéns...

    Olha, essa do Leonardo da Vinci eu não sabia ;)

    Beijossss

    ResponderExcluir
  5. E o nosso sistema a�reo ainda deve funcionar com cordas e trigo... hauhauhauha...

    Muito bom o post...

    Bom voltar aqui...

    http://andreluizbahia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Pois é! E olha que o pai do computador é o ÁBACO: http://br.geocities.com/actvsportugal/abacoACTVS.JPG
    Quem diria que ele fosse virar o que é hoje...

    E será que nesta época também existia a neura "cyberpunk" de que as máquinas dominassem os homens?

    Muito bom blog.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Cada vez eu fico mais "encucado" com essas civilizações antigas.

    Os caras eram realmente feras!

    Quem diria que a robótica surgiu em Alexandria eihn...

    É... É a vida camarada: uma surpresa atrás da outra.

    http://blogdabulachalouca.blogspot.com/

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  8. Passando como de costume pra dar uma espiadinha!

    **Bjs!**

    ResponderExcluir
  9. Agora eu sei que esse negocio de robo não é coisa de japones.

    ResponderExcluir
  10. E nós nos achamos tão inteligentes... e de pensar que o futuro tava bem ali.. no passado.

    Gostei do post.. n tinha lido nada a respeito...

    Abçs e,


    Tem pergunta para você lá no AveSSo... passa por lá.

    Oportunidade ao bom pensar.

    Se você deixasse de existir amanhã que falta faria ao mundo?


    [ http://oavessodavida.blogspot.com/ ]

    O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

    ResponderExcluir
  11. Pois é cara, acho q hoje em dia, por ter invenções tão modernas, perdeu-se a magia das obras manuais. Uma pena... realmente é interessante ver criatividade. Bom, abração!!!

    ResponderExcluir
  12. pois então, e como será que os egípcios construiram as piramides naquele tempo se nem hoje em dia os tratores e máquinas não seriam capazes?

    locura memo

    ResponderExcluir
  13. Realmente é interessante saber esses fatos, principalmente por estarmos numa era totalmente tecnologica, as vezes tecnologica demais... mas eu acho que tivemos grandes descobertas sim, e a cada dia que passa vemos mais e mais revoluções no mundo tecnologico, o que eu acho é que antigamente demoravasse muito mais para criar algo, por isso, o que era criado virava historico, hoje em dia, tudo esta muito automatizado, muito rapido, nem percebemos a evoluçao seguindo adiante, por que para nos tudo acontece tão rapido que nem ficamos impressionados.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  14. Sinceramente, isso não me surpreende. Os gregos antigos (Anaxímandro) centenas de anos antes de Cristo, já sabiam que a terra era redonda e que girava em torno do sol. O que ocorre é que, toda vez que uma civilização superior tecnológicamente é dominada por uma de menor desenvolvimento, a sabedoria da mais avançada se perde. Por isso, existem colunas de ferro na europa com milhares de anos. Sendo que a técnica moderna de fundição para obter-se esse resultado foi criada após o renascimento. O domínio da Grécia por Roma, fez perderem-se essas "sabedorias", assim como a queda do Império Romano, as noções de higiene, esgotos, escrita, e erudição, foram banidos e deram lugar a Idade Média (A Idade das Trevas). Se tudo tivesse corrido linearmente, hoje, provavelmente, estaríamos viajando pelas estrelas.
    Nem precisa ir muito longe. No início do século XIX as grandes cidades do oriente, já dispunham de esgoto e iluminação pública. Na Europa e na América, ainda jogava-se o penico pela janela em muitos lares requintados.

    ResponderExcluir

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.