Bateria de açúcar e droga auditiva!

Olá povo!

Hoje vamos falar de coisas coisas estranhas e até certo ponto estranhas, para não dizer absurdas: a bateria de açúcar e a droga auditiva. Não você não leu errado, nem eu estou escrevendo nenhuma bobagem. Vamos começar com a mais "normal".

A bateria de açúcar na verdade é um carregador de celular e tocadores de mp3, constituido de quatro células que convertem a glicose em 50 miliwatts de energia, o que é suficiente para recarregar a bateria desses aparelhos. O lançamento foi feito no último dia 24 (deste mês, agosto) no japão pela Sony.


Isso significa que a partir de agora recarregar seu celular ou seu mp3 será bem fácil, basta passar em qualquer mercado ou mercearia, deixar seu rico um realzinho, comprar um saco de açúcar, que ao mesmo tempo que pode gerar energia para seus aparelhos pode adoçar seu suco, café e por ai vai.
__________________

Agora vem a notícia bizarra, pois se você conhece alguém que seja usuário de drogas e quer fazê-lo se livrar da dependência, não precisará gastar rios de dinheiro com reabilitação, ou mandá-lo para grupos de apoio, basta ouvir a a droga musical!

A droga musical não é nenhum tipo de música lançado através no mercado fonográfico nacional (vide pagode e funk, duas drogas extremamente pesadas e letais).

A droga musical é algo que promete através do sistema de batidas bineurais descoberta pelo físico alemão Heinrich Dove em 1839, consiste em simular os efeitos de drogas reais como o LSD e a maconha, por exemplo, através de sons com freqüências semelhantes, porém não iguais em cada um dos ouvidos, emitidos ao mesmo tempo, estimulando assim o cérebro e simulando o efeito desejado, dependo da freqüência sonora emitida.

O I-Doser é responsável por está suposta promessa de simulação dos efeitos de drogas, que segundo o psiquiatra Dartiu Xavier da Silveira, da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) "é impossível um som reproduzir o efeito químico de uma droga".

O mais estranho é que a venda da droga musical é considerada legal, mas é possível baixá-la de graça em sites "piratas" da droga, o que é ilegal! Ou seja vender droga virtual é legal, mas pirateá-la não! Vai entender!

6 comentários:

  1. I-doser é notícia velha... =p

    Você está muito careta atualmente, se só descobriu essa droga agora. =p

    ResponderExcluir
  2. Por mais forte que esse I-Doser seja,duvido que o estrago na mente e a dependência psicológica supere à que o pagode,o funk e o forró(calipsúúúúúú)causam no pobre coitado...rsrsrs
    Vlw cara,teu blog tá show,como sempre
    Abraços

    Tafarello
    http://penajaka.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Apesar de ser notícia velha, como sua audiência anda comentando, é pura novidade pra mim. Então agradeço por não se apegar tanto ao puro gosto da novidade.

    E Calypso não é forró, contrariando o que disse o tafarello.

    ResponderExcluir
  4. o iDoser é bem velho já, mas essa do recerregador de acúcar é novidade pra mim.
    Abraço ae

    ResponderExcluir
  5. é igual aquela história do mico leão dourado. Se for apanhado por um fiscal com um deles, vc vai pra cadeia por crime inafiançável. Aí, vc mata o fiscal e solta o mico. Se for primário, paga uma fiança, sai da cadeia e responde em liberdade (o que pode levar anos) e, se for condenado, pega 15 ou 20 anos, cumpre 2 ou 3 etá fora.

    Se tivesse pego o mico ia ficar preso pelo menos uns 5 anos direto.

    Qual será o mico mesmo, nessa situação?

    ResponderExcluir

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.