Veja, veja....

Essa semana a revista "Veja" publicou uma matéria que pretendia ser uma análise do documentário "Metal", que tenta discorrer sobre o universo do heavy metal. Pois bem, o que foi feito na verdade, foi quase que uma sucessão de insultos e ofensas ao heavy metal e aos seus fãs, sem falar do que falam de alguns ícones do estilo.

A matéria já começa estranha, mostrando uma foto de pessoas em um show, que duvido eu seja de alguma banda heavy metal. um dos trechos da reportagem que é mais estranho, é quando dizem que o fã de heavy metal É "em geral um jovem tímido e não muito hábil com as meninas", ele realmente estava falando de headbangers de verdade, ou de emos?

A parte que me deixou mais revoltado, foi quando o senhor Sérgio Martins (que defecou as linhas da matéria), disse que alguns ídolos do heavy metal "até demonstram lampejos de inteligência". Pior ainda quando ele diz que não se pode comparar a "mitologia pobrinha do heavy metal" (palavras do próprio), com a obra de shakspeare, por conta de uma declaração de Alice Cooper, que afirmou que baseou seu show em Macbeth. Quer dizer então que todos os ídolos do heavy metal são burros acéfalos que não podem se basear em obras mundialmente conhecidas para fazerem seu trabalho? Ainda disse que "metaleiro só usa a cabeça para balançar em ritmo feroz durante os shows"...

Outro generalismo do autor da "matéria", foi dizer que todas 9eu disse TODAS) as bandas de heavy metal só falam de demônios...

Nem precisa se pensar muito para ver que esse ser humano nem ao menos se deu ao trabalho de
pesquisar, mesmo que superficialmente, sobre o mundo do heavy metal. Muito pelo contrário, usou de todo o seu poder de generalizar e sua aversão ao estilo, e fez um festival de insultos (alguns discretos). Já não é de hoje que a "Veja" vem publicando umas matérias de cunho duvidoso, genaralistas e tendenciosas, mas essa acho que foi demais, não por ser fã de heavy metal, afinal ele poderia fazer o mesmo com qualquer outro estilo, e ainda assim continuaria errado.

Uma pessoa para falar bem ou mal de algo, tem que conhecer um pouco da coisa, saber do que está falando para não falar bobagem, creio que isso é coisa que qualquer profissional do jornalismo de verdade (coisa que esse Sérgio Martins com certeza não é) deveria aprender, ou saber. Já o elemento supracitado, demonstra claramente uma falta de conhecimento do assunto, além de uma total falta de argumentos concisos, e nenhuma base moral nem profissional para fazer o que fez.

É esse tipo de gente que gera o preconceito não só contra o fã de heavy metal, que é amplamente taxado de milhares de coisas. Esse tipo de gente também gera preconceito contra qualquer coisa que fale, é por culpa desse tipo de "profissional" que existe tanta intolerância e um povo cada vez mais alienado.

Segue a baixo a reportagem digitalizada da revista "Veja".


10 comentários:

  1. Me lembrei de matérias sobre fãs de anime, de RPG e outras do gênero.

    Mas não se preocupa, que hoje em dia o objetivo do jornalismo não é mais informar, é vender jornal.

    Quem quer se informar geralmente vai em blogs (e em alguns). =/

    ResponderExcluir
  2. Não é de hoje que as pessoas criticam a Veja por fazer um jornalismo altamente parcial e tendencioso, o que implica em algumas visões preconceituosas, a exemplo dessa que você descreveu.

    Ainda há a falta de conhecimento sobre o tema. O metal é um nome genérico para uma gama de seus sub-estilos. Certamente, o autor não sabe disso, e qualquer coisa que soe como guitarras distorcidas e baterias a 320 km/h, é heavy metal.

    E a verdade é como o camarada aí em cima falou, jornalismo hoje em dia quer vender mais do que informar.

    Mas devo lembrar que a Veja não está sozinha nesse rumo de criticas ao metal. Já li muitas publicações que desmerecem o gênero, e até estudos (des)científicos que provam que quem ouve metal tem algum tipo de distúrbio emocional e auto-estima baixa :o O próprio Massacration é uma sátira das bandas de heavy metal e todo mundo se acaba cantando os refrões de metal bucetation ou metal milk shake...

    Embora a opinião da Veja esteja entalada na garganta, tenho de respeitá-la. Agora, cá pra nóis :D, se fizermos um perfil dos fãs de outros estilos coisa boa não descobrimos, né?

    ResponderExcluir
  3. Eu vi essa matéria... Lamentável, no mínimo.

    ResponderExcluir
  4. Esse é o tendenciosismo da Veja!

    Ditar o que eles acham que é certo e enfiar nas nossas goelas abaixo.

    Eles descaracterizam os fatos e vendem falsas verdades... acredite nelas quem quiser ou quem não quiser se informar melhor.

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Oláamigo...
    Vim aqui informar que te indiquei para o ganhar o selo: "Este Blog Vale a Pena Conferir"
    Você já ganhou o selo, basta ir no meu blog e pegar o selo, e se achar por melhor fazer um post com:

    1. 5 blogs que você realmente ache interessante, mesmo que eles já tenham sido escolhidos por outros blogueiros para que também recebam o selo e passe adiante a campanha.

    2. O objetivo é unir blogs que se comunicam e formam uma grande rede na blogosfera com textos interessantes com a intenção de compartilhar, criar e interagir com todos os blogueiros de plantão.
    Vim aqui informar que te indiquei para o ganhar o selo: "Este Blog Vale a Pena Conferir"
    Você já ganhou o selo, basta ir no meu blog e pegar o selo, e se achar por melhor fazer um post com:

    1. 5 blogs que você realmente ache interessante, mesmo que eles já tenham sido escolhidos por outros blogueiros para que também recebam o selo e passe adiante a campanha.

    2. O objetivo é unir blogs que se comunicam e formam uma grande rede na blogosfera com textos interessantes com a intenção de compartilhar, criar e interagir com todos os blogueiros de plantão.
    lá vc vai encontrar minha opinião sobre seu blog


    []s L.Sakssida

    ResponderExcluir
  6. Oláamigo...
    Vim aqui informar que te indiquei para o ganhar o selo: "Este Blog Vale a Pena Conferir"
    Você já ganhou o selo, basta ir no meu blog e pegar o selo, e se achar por melhor fazer um post com:

    1. 5 blogs que você realmente ache interessante, mesmo que eles já tenham sido escolhidos por outros blogueiros para que também recebam o selo e passe adiante a campanha.

    2. O objetivo é unir blogs que se comunicam e formam uma grande rede na blogosfera com textos interessantes com a intenção de compartilhar, criar e interagir com todos os blogueiros de plantão.
    Vim aqui informar que te indiquei para o ganhar o selo: "Este Blog Vale a Pena Conferir"
    Você já ganhou o selo, basta ir no meu blog e pegar o selo, e se achar por melhor fazer um post com:

    1. 5 blogs que você realmente ache interessante, mesmo que eles já tenham sido escolhidos por outros blogueiros para que também recebam o selo e passe adiante a campanha.

    2. O objetivo é unir blogs que se comunicam e formam uma grande rede na blogosfera com textos interessantes com a intenção de compartilhar, criar e interagir com todos os blogueiros de plantão.
    lá vc vai encontrar minha opinião sobre seu blog


    []s L.Sakssida

    ResponderExcluir
  7. Muito boa crítica!

    cara, o que eu mais vejopor aquié uns caras cabeludões e às vezes barbudos com camisas de bandas que eu nunca ouvi falar cercados de meninas loucas pra dar pra eles.

    esses são os caras que eu considero headbangers de verdade e eles não têm nada de tímido ou sem habilidade com as meninas!

    hahahaha

    ResponderExcluir
  8. O que você está presenciando é o fenômeno que eu chamo do "nada a ver". Ela consiste em assistir ou ler alguma coisa em jornais e revistas sobre um assunto em que você domina bem e que percebe nitidamente que quem produziu a reportagem a fez de maneira superficial e com fontes inseguras.
    Concordo com você, é uma falta de respeito com todos aqueles que sabem que o H.M. não é tão pueril como demonstrado na reportagem.
    Agora, sinto calafrios quando imagino ver/ler reportagens de outros assuntos que são primordiais para nossa existência. Com o perdão da má palavra, quanto lixo que nos devem fazer engolir guela abaixo.

    ResponderExcluir
  9. não sei se já viu, mas eu tava na comunidade "leu na Veja? Azar o seu..." lá do orkut...
    não to sendo arrogante com vc, estou apenas falando que essa não é a primeira vez que a tal revista consagrada brasileira enche a boca de merda....
    nem vale a pena ler...
    grande abraço!

    ResponderExcluir
  10. É a Veja né, e o Sérgio Martins já tem um histórico de tentar chocar com falta de argumentos e um falso ar de conhecimento de causa.
    É um boçal cultural que paga de intelectual conhecedor de todas as formas artísticas.

    Pra escrever essa “matéria” essa criatura só deve ter visto o filme, e mal e porcamente.

    O malandrão já começa mal, colocando punk e ghotic no mesmo balaio de música pop.
    “Letras que exaltam a misoginia” foi péssimo, se falasse que as letras exaltam o machismo, vá lá, mas negócio de não “curtir” mulher ta mais pros emos.

    O Copper não disse que se baseou em Mcbeth, ele questionou a proibição do seu show, alegando que em Mcbeth havia tanto sangue quanto.

    Observação descabida: O documentário é bem legal, meio farofa, mas legal!

    www.ixcrota.blogspot.com

    ResponderExcluir

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.