(In)Feliz Ano Novo. \o/

Depois da retrospectiva onde reli junto com PK diversos posts, podemos constatar que iniciamos 2008 do mesmo jeito que 2007, senão ainda pior.

A única novidade é que agora a criminalidade não está apenas nas regiões pobres, e tornou-se praxe também nas áreas ricas. Não vou ser demagogo e dizer aquelas palavras bonitas que a mídia marrom costuma falar (com apoio da OAB - Ordem de Amparo a Bandidagem - ou dos Direitos (Des)humanos), e confessar que torcia para que determinadas coisas acontecessem.

Pra começar, decidiram colocar nas praias do Rio de Janeiro ritmos que estão associados ao crime, principalmente o Fank, e deu no que deu. Cinco pessoas foram baleadas em Copacabana, no que a mídia marrom diz ser a "maior comemoração de ano-novo do mundo". Uma delas morreu. Ponto pros bandidos, e pontos também nas pessoas que serão operadas. E 2008 dá uma mostra do que será o futuro em um país onde se pune quem mata bandido e quem combate desonestidade, e em contrapartida se dá regalias a criminosos e perdoa-se políticos corruptos em sessões secretas do senado.

Não que eu odeie Fank, pois odeio, mas em São Paulo onde não tocou apenas esse ritmo, e tocou música mais variada, não aconteceu tanta violência. Foram poucos incidentes, e a mídia marrom adora quando acontece tragédia pra noticiar. Lá tocaram Lulu Santos, Tihuana, MC Leozinho, Cacau Brasil, Leonardo e a bateria da Mocidade Alegre. (quase) Todos os gostos, sem dar preferência a nenhum em especial como costumava acontecer no Rio de Janeiro anos antes, mas decidiram economizar na quantidade de palcos, lotearam a praia e no final de tudo fizeram cortes impressionantes na qualidade da música tocada, o que atraiu quase todos os bandidos do Rio para Copacabana.

Se estou sendo preconceituoso com fank? Sim, estou. Não ouço falar, ao menos no Brasil, de bondes de criminosos que cantam e dançam ao som de Chopin ou mesmo um Chico Buarque nos churrascos pós-eventos criminosos. Seria até interessante se existir alguma quadrilha ou facção criminosa que faça massacres ao som de Iron Maiden ou Led Zeppelin, mas nunca ouvi falar de algo do tipo. Se existirem, gostaria que ao inve's de dizer "ouvir falar", mandassem fotos mesmo. Entrem em contato, pela barra ao lado.

E quando disse "quase todos" estava mencionando o assalto que vitimou o filho de Lídio Toledo, o mesmo médico que na Copa da França matou a moral de um monte de brasileiros deixando Ronaldo "Fenônimo" jogar depois de um ataque epilético de frescura e sinais de falta de vergonha na cara mas dinheiro no bolso. Foi um dos marcos da transição 2007/2008, como a tentativa de assalto a atriz Helena Ranaldi, e o assalto a Paulinho da Viola.

Pelo que li nos jornais, seu filho tentou matar os assaltantes que estavam em motos perseguindo-o. Infelizmente não conseguiu derrubá-los de jeito definitivo (apenas caíram, quando deveriam no mínimo ter virado pizza). Na perseguição seu carro levou alguns tiros, perdeu o controle do veículo e bateu. Enquanto ele e sua esposa sangravam no carro e vizinhos chamavam a polícia, os bandidos voltaram e largaram o dedo nele e na esposa (traduzindo: descarregaram suas armas). E A polícia demorou tanto a chegar que deu tempo de outros bandidos voltarem e levarem embora a motocicleta dos bandidos.


Tudo isso aconteceu porque existe onde houve o assalto um pardal redutor de velocidade que funciona como "aumentador de assaltos" onde quando você reduz a velocidade para não elvar multa, os bandidos te reduzem a um humilhado levando seu carro, seus documentos, dinheiro, celular, e se sua mulher for bonita ainda podem querer levar embora a dignidade dela, a sua e a de sua filha, se acharem que merece umazinha também. E se engravidar, a lei obriga a ter a criança e a cuidar, porque até o juíz autorizar já nasceu a criança.

O motorista, que tem o mesmo nome do pai, Lídio toledo sobreviveu porque vizinhos e um taxista informaram a polícia do ocorrido e prestaram os primeiros socorros. Se dependessem da eficácia da polícia (que diz estar sempre por ali, mas na hora dos crimes some) teriam morrido os dois. E para a sorte de Lídio Toledo e da esposa, os bandidos atiram mal, mas bem o suficiente para deixá-lo paralítico se sobreviver. Será mais uma baixa de guerra em um estado onde os governantes não tem coragem de fazer o que prevê a lei: Declarar lei marcial e mandar o exército invadir os morros e matar quem não se entregar.

Agora o ano começa que nem começou 2007, com um monte de campanhas pedindo endurecimento penal, com uma série de políticos aproveitando o ano eleitoral para se promover e muita gente morrendo porque o que vai acontecer de fato em 2008 é:
- Pagar mais imposto.
- Ter menos retorno pelo imposto pago.

Pelo menos, finalmente (e infelizmente) depois muitos avisos e muito temor a violência chegou aos ricos (depois de tudo que não foi feito para punir bandidos), e como a nobreza agora sofre do mal da pobreza, talvez algo agora seja feito. Ou não, ainda faltam governadores e presidentes serem mortos para que alguma mudança aconteça. Pelo menos agora os que moram longe dos condomínios fechados dos ricos têm um consolo: não existe mais uma classe social que escape da criminalidade, exceto os bandidos de Brasília. Mas bandido não mata bandido, ainda mais os que favorecem os bandidos.

Pena que esperar que algo de bom venha de brasília é que nem acreditar na lorota da existência do advogado com princípios (o que se recusa a aceitar cliente que confessa matar e abusar criancinhas, ou traficantes como Beira-Mar).

Como sempre bato nessa tecla, deixo uma música em homenagem a tudo que falamos (eu e PK) em 2007, e lembro até do Arthurius, que no Visão Panorâmica, fala sempre o mesmo, e essa música se encaixa quando lembrados de toda a impunidade...



Esse post mereceu o selo "Bandeira do Brasil", símbolo criado e dado pelo blog a toda postagem que trata da impunidade, corrupção, violência e/ou qualquer outro mal que assola o país:



E que venha 2008... =(

Fonte:
O Globo:
--> Um morto e cinco feridos por disparos na orla do réveillon. Mulher morre ao cair de varanda em Copacabana
--> Filho de Lídio Toledo foi baleado com o carro parado, a sangue frio
Folha Online:
--> Paulinho da Viola e atriz da Globo são alvos de ladrões no Rio

Fotos: O Globo

Adendo:
A retrospectiva do Blog terminou em novembro, pois Dezembro não havia terminado e é meio incoerente dar como concluído um mês que não tinha terminado, mas não vem ao caso.

5 comentários:

  1. a culpa não é do fank ou funk e sim das pessoas q se esntem motivadas pela musica.

    o rio de janeiro é um barril de polvora q um dia vai explodir.
    muito legal seu texto

    ResponderExcluir
  2. O Estado, independente do cidadão com o qual trate não pode ter o direito de torturar. Se uma pessoa não tem o direito de matar, por que a sociedade teria? Por que relativizar os direitos humanos? Tratar o combate à criminalidade como uma guerra é o maior erro de todos. Na guerra, há o território do inimigo que tem de ser bombardeado e destruído, não importando quem esteja lá, pois é uma massa homogênea de inimigos. Na favela, há pessoas pobres e dignas, que trabalham e sobrevivem...massacrá-las seria um "classinocídio". Seus pensamentos não são somente equivocados, são destrutivos,difamatórios, preconceituosos, fascistas e retrógrados. Nada pessoal, mas sua opinião é deplorável.

    ResponderExcluir
  3. bom texto...
    a retro eu pude ler alguns meses e foi bacana msm...
    gostei da idéia, como já disse em outro post...

    mas voltando a violência...
    a questão não é o rio e nem o Brasil, cara...
    odeio mt coisa q acontece aqui, mas temos q ver que - infelizmente - não é exclusividade nossa...
    hj msm postei sobre a africa e a exloração sofrida...

    é bem triste ver que 5 pessoas foram baleadas no reveillon carioca, fora os outros acidentes...
    temos q concertar mts coisas ainda, mas repito, não é exclusividade brasileira ou carioca ou paulista...

    grande abraço, cara!

    ResponderExcluir
  4. a culpa eh das pessoas q nao tm discernimento pra ver q eh sempre igual a musika.
    quanto ao resto, seu post eh bem escrito, mas eh dar murro em ponta de faca, nada vai mudar

    entao, feliz ano velho

    ResponderExcluir
  5. Fank... esse é um ritmo interessante.

    ResponderExcluir

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.