Transmissão do Carnaval 2008... 2007... Etc.


Esse ano, por uma união da ociosidade tradicional da época e a completa falta de dinheiro para fugir de onde moro - Rio de Janeiro, Capital. - me dediquei a um esporte arriscado, que é um misto de paciência e sofrimento, assistir a transmissão do Carnaval. E o motivo que me leva a pensar nisso não é relativo ao barulho, ao tipo de música (que apesar de não ser a que escute no dia a dia, nada tenho contra), mas a um fator mais simples e ao mesmo tempo mais complicado... A trasmissão dos desfiles.

Quando falo "dos" falo de todos, seja no núcleo São Paulo<->Rio de Janeiro, a até regiões do nordeste que não recebem a devida cobertura dos canais de televisão, não de um modo que permita que uma pessoa do Rio Grande do Sul veja o carnaval de Olinda e vice-versa. Tudo bem, o carnaval dizem ser resumido aos estados que detém do dinheiro/cultura e, o motivo mais importante de todos, as sedes das principais redes de telecomunicação, mas se não fossem alguns contratos de exclusividade acredito que se a variedade não aumentasse, ao menos a qualidade aumentaria.

É horrível e um exercício de paciência assistir o carnaval pelo modo atual, sem ser de corpo presente. As redes de televisão não se preocupam em mostrar alas por completo intercalando com pequenos passeios. Elas se resumem a apenas pequenos trechos de alguns minutos de determinadas alas e alegorias, sem esquecer o bate-papo entre repórteres e os "arroz de festa"que surgem no carnaval com os profissionais de ocasião (aqueles que são esquecidos o ano todo pela mídia, mas que sempre são lembrados em épocas pré-determinadas, como acontece com os verdadeiros representantes do samba e pagode...).

A mais prejudicada nisso é, com certeza a Comissão de Frente, sendo seguida de perto pelos Mestre-Sala e Porta-Bandeira. É impressionante a preocupação que todas as redes de têm em mostrar apenas trechos desconexos e incompletos das escolas. A não ser que a pessoa esteja sóbria e sem sono (o que geralmente não é o caso, exceto quando falamos de pessoas loucas como eu) ela não vai conseguir saber na junção das partes onde começaria e onde terminaria os trechos que viu espalhados dessa ala que é uma das mais bonitas e onde se deveria ter a maior preocupação em mostrá-las em começo-meio-fim e não do jeito como fazem.

Mestre-Sala e Porta-Bandeira é um capítulo semelhante. Apesar da televisão querer mostrar que tudo se resume a uma mulher rodopiando e um homem sorrindo e dançando em volta, existe todo um detalhe e toda uma beleza que a televisão não permite admirar porque simplesmente cortam quando a mulher para de girar. Provavelmente quem nunca viu de perto uma Porta-Bandeira deve imaginar que o importante no quesito é apenas a capacidade de imitar hélices e a capacidade sádica de um homem ver uma mulher zonza e conseguir sambar enquanto ri da desgraça alheia.

Outra coisa chata é o cinegrafista exibir as lindas moças sambando como se fossem apenas monumentos do sexo se balançando pois se não foram "famosas", não tem nome apenas seios, bunda e fantasia, resumindo, pura carne. Como se pertencer a comunidade ou ser uma ilustre desconhecida fosse um pecado que apenas o sofá sagrado resolve. =p

E engana-se quem pensa que isso se resume apenas as escolas de samba com apoio "global", assisti isso acontecer também quando outra emissora transmitiu o desfile das escolas de Samba do grupo de acesso. Não foi com o mesmo descaso, pois ao menos as ilustres desconhecidas eram apresentadas com nome e origem. Dava a tudo um certo ar humano ao invés do tradicional "ode a fornicação" que existe em tudo relacionado a carnaval.

Não posso esquecer das outras emissoras que nesse horário em vez de transmitirem festas pelo país (ou alguma programação opcional), propagam sua ladainha em nome de Deus e arrecadam dinheiro com fé. Se eu por um caso, no horário em que posto, trocar de canal na televisão aberta, serei vilipendiado por palavras nefastas de pessoas se colocando no lugar do divino em troca de trocados e bens provenientes da fé. Logo, ou empobreço a alma e o bolso ou aceito que apenas verei carnaval e só carnaval em uma emissora

Dessas a única que escapou foi o SBT, mas como o SBT não publica grade de programação, nem tem como saber o que é e o que não é...

Gostaria muito que ano que vem, assim como ocorre com a festa do Oscar, a transmissão de todos os eventos do carnaval não terminasse em poucas mãos, e as emissoras pudessem cada uma dar prioridade a uma determinada região ou mesmo estilo, pois é de certa forma possível, ao invés de centralizar tudo em poucas

E como sobrevivente dessas noites, destaco algumas coisas:
1- O desfile da Viradouro;
Após a polêmica da censura religiosa que mais uma vez marca os desfiles do Rio de Janeiro (porque em São Paulo parece que se pode fazer mais que aqui, e se faz para quem acompanhou os desfiles, vê isso pela foto que abre esse artigo) que respondeu de modo educado e ao mesmo tempo causando arrepios - a intenção da escola. - saindo do lugar-comum do luxo e da ostentação e trazendo carros que daqui a alguns dias ao invés de serem esquecidos farão alguns pensarem em algo mais que em silicone, quantidade de plásticas, dietas e academias...

2- O Desfile da Mangueira;
Pelos tipos que participaram, dentre eles criminosos condenados, vê-se porque e o que movimenta a escola atualmente. Escola essa que cometeu uma gafe terrível e imperdoável com um de seus principais representantes que completaria 100 anos e que foi lembrado com um simples carro. Lembrando que a escola optou pelo enredo do poder local (o tal do paralelo). E mesmo que a mídia marrom abafe o caso, não se esqueçam desse "pequeno" detalhe que cercou o carnaval do Rio esse ano: a polêmica da influência do poder do tráfico em substituição ao dos bicheiros. Mas 'isso' não é assunto dessa postagem, apenas um adendo. =p

3- Melhoria do Carnaval de São Paulo;
Não fossem por regras obscuras e que dão a determinadas escolas o poder de serem eternas no grupo especial, o nível melhorou muito. poucas escolas foram realmente "fracas" e algumas foram até melhores que as do Rio, o considerado "padrão" de carnaval profissional. Mas no que diz respeito a vontade, dedicação e a quantidade de mulheres de verdade (aquelas sem aditivos porque não precisam) chegou a superar algumas escolas daqui. Ou o Rio de Janeiro melhora ou ano que vem ou no próximo também perderá para São Paulo esse bem cultural.

Se quiserem acompanhar isso tudo de modo mais organizado, enquanto pesquisava as fotos que coloquei aqui, vi que de todos o site mais completo era o do Terra. Está lá no final, nas fontes.

Dragus meteu o bedelho e não tem dinheiro para ter uma alternativa como televisão a cabo ou viajar - mesmo que para a casa de algum amigo que odeie carnaval e tenha televisão a cabo -, e sobreviveu a três dias de desfiles pela televisão e se prepara para o quarto... Será que sobreviverá?

Fonte das Fotos e para eventuais notícias:

9 comentários:

  1. Fala, Dragus.
    Sempre tento responder aos comentários lá do Reflexões, portanto aqui estou.
    Demorei um pouco, mas vim responder o comentário que tu fez no post do Gandhi.

    Respondendo seu coment:

    Discordo um pouco de sua opinião. Entendo que mts são selvagens, mas se um dia a maioria seguisse um caminho de paz e sabedoria, sufocaríamos tds esses tiranos e, aí sim, teríamos um mundo melhor.
    Parece mt utópico e, até que consigamos, é utopico, mas ainda acredito.

    Comunidade: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=42970688

    Blog: http://reflexoesdeumlouco.blogspot.com

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Ah, e sobre seu post aqui...

    Realmente, as emissoras [principalmente globo e band] mostram trechos mt pequenos do desfile, e acabam não mostrando o desfile no geral.
    Na redetv, geralmente, esão passando gala gay ou vendo os corpos das meninas nos bastidores do carnaval: pura putaria.
    Mas ontem eu assisti a um desfile. Assisti apenas da escla que torço: Viradouro. Nela eu até que gostei dos primeiros 40 minutos da filmagem [depois fui dormir, pois cheguei da rua cansado] do desfile. Até que deu pra ver bem as alas, os pinguins, a rampa de gelo do abre-alas [essa mostrada mts vzs até...], tb mostraram bem as baianas. Enfim, assim como o desfile genial da Viradouro, acho que a filmagem foi uma das poucas boas que tiveram.
    Abraço, cara!

    [Devo postar sobre a Viradouro e a polêmica nestes dias.]

    ResponderExcluir
  3. Não gosto de Carnaval, para mim é uma festa que nem precisaria existir... e sobre assistir Carnaval na Tv, sem chance mesmo, o único que as vezes eu assisto é o Gala Gay, e não é por que eu sou gay nao, é por que eu me racho de tanto de rir... só que esse ano nem sem quando e onde vai passar...

    ResponderExcluir
  4. Concordo plenamente, eu como pessoas sem grana pra curtir o carnval na festança, fui assistir a transmissão pela Globo, eles mostram o carro numero um depois o 9, o 5, o 2, e no meio as 9, 5, 7,2
    sem nenhuma ordem, alias os detalhes dos carros sao impossiceis de ver, e so fica tela as imagens mais vulgares e desnecessarias. no fim a gente nao ve nada, pq nao mostram e nao escuta nada pq os cara ficam comentando demais...

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Respondendo sobre o smyle de Mate. É uma foto da Nasa msm, é real, não foi montagem minha.
    Agora se acredita ou não que realmente estavam lá antes deles chegarem, é com vc.
    rsrs
    vlw

    ResponderExcluir
  6. Realmente assistir desfile pela televisão é um saco por isso baixei o mega cubo ( veja meu post recente ) e fiquei assistindo o canal rvz que só passa filmes de terror a noite toda .
    Abraços ( faz tempo que não comentava aqui)

    ResponderExcluir
  7. Glória/Amable Profesora5 de fevereiro de 2008 02:03

    Poxa amigo, não tinha nenhuma locadora aí perto da sua casa? ...rs...Gostei das observações sobre as transmissões e sempre tive essa "raiva" da Globo, por nunca mostrar direito o carnaval. Eu acho que seria melhor cinegrafista e editora do que eles...rs...
    Agora algo que me irrita são os temas, sempre super culturais, algo que é de domínio da elite. E se você olha para o pessoal que trabalhou para a agremiação acontecer e para a massa que desfila, perceberá essa dicotomia. O carnaval me entristesse porque eu sei que por baixo daquela purpurina , dos confetes e serpentinas tem o pó, tem o pobre, tem o que é podre....
    Farei votos de um futuro com tv a cabo pra vc!...rs..
    Gostei do texto!
    Bjo

    ResponderExcluir
  8. Não tenho muito pra falar do Carnaval pois não acompanho de perto, apesar de morar em um dos centros da festa, Bahia.

    Esse ano, só acompanhei o desfile da Salgueiro, e mesmo assim, sem a devida atenção. Não posso comentar sobre detalhes, portanto, mas apenas sobre as características gerais da transmissão, que são justamente como descritas na postagem.

    De fato, eu me pergunto: por que as escolas de samba ainda criam samba-enredo? Tudo bem, sabe-se que na teoria, o samba-enredo está para o desfilo assim como a bola está para o futebol. Mas isso é apenas teoria! As pessoas não estão nem aí para a história contadas, que em alguns casos são até interessantes. As pessoas querem ver apenas as mulheres praticamente nuas, aquele ator da Globo que é destaque na novela e também em algum carro alegórico ou ver qual é a celebridade que eles entrevistam durante a transmissão.

    A Globo sabe bem disso. Sabe que seria extremamente chato acompanhar o desfile na íntegra, todo bonitinho. Ninguém quer saber o que representa a fantasia da mulata... querem mais é que a mulata estivesse sem a fantasia.

    Não se pode pôr a culpa na Globo. É apenas uma emissora querendo vender seu pão. E como toda boa padaria ela irá oferecer os pães que os consumidores gostam.

    Coisa semelhante se aplica à Band, que transmite o carnaval da Bahia. Inúmeras bandas boas fazem seus shows pelo Brasil afora, mas não contam com a cobertura da imprensa, simplesmente porque não interessa à população ver o que não gosta. Mas ponha as bandinhas da mídia que a audiência explode! Sim, sou do tipo que encara a cultura de massa como algo deplorável (há as exceções, óbvio).

    Bah! O assunto dá muito pano pra manga. E deixa eu parar por aqui porque não é meu espaço. Apenas um comentário. E peço desculpas se estiver desconexo, mas é que é muita vontade e coisa pra falar pra pouco espaço.

    ResponderExcluir
  9. Olá...
    Carnaval... Aqui em Sampa - A cidade fica vazia, os cinemas tranquilos, as ruas tranquilas, adoro o carnaval, nem globo nem band, um bom filme, um bom livro...
    Everaldo Ygor
    Abraços
    http://outrasandancas.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.