[Opinião] Enquanto Chineses voam...

... Pessoas morrem.

E não é na China.

Sexta-Feira foi marcada por dois fatos que mostram o quanto o ser humano é variável e que determinadas monstruosidades, ao contrário do apregoado por uma imprensa manipuladora minoria e aceito por uma maioria manipulada, não são determinadas por convicções político-sociais.

A China, um país tido como totalitário e ditatorial mostrou-se que dos males da humanidade é o menor esse ano. Que tipo de exemplo o modelo de Capitalismo Democrático tem a dar hoje em dia? De longe quero defender a ditadura, mas na verdade quero mesmo é ataca a hipocrisia que toma conta da mídia ao querer mostrar coisas que não condizem com os fatos.

Enquanto as pessoas disputam medalhas e nosso país disputa votos para sediar a Olimpíada provavelmente mais uma centena de pessoas pereceu na disputa entre Geórgia e Rússia por um pedaço de país. É uma guerra estúpida, com o tradicional traço marcante das guerras atuais com armas cada vez mais destrutivas. Antigamente existia um resquício de preocupação em não ferir civis durante conflitos, atualmente o objetivo é esmagar a população, de preferência fazer do objeto de desejo apenas uma cratera.

Será que no final da Olímpiada os poucos atletas que disputam os jogos pela Geórgia terão para onde voltar ou serão pessoas apátridas porque a Geórgia virou apenas mais um buraco preto no Google Earth? Será que algum governo democrático se importa? A realidade até o momento mostra que não.

Duas mil pessoas, até o momento, foram massacradas por ambos os lados e as Olímpiadas continuam acontecendo normalmente, do mesmo jeito que em Roma quando os Romanos iam aos jogos para fingir que os bárbaros não lhes estava fincando lanças nos rabos. O importante e é o que já foi até discutido por Putin (o todo-poderoso russo) é o investimento posterior da guerra, ou seja, pilhar o povo local com reconstruções feitas por indústrias russas a preços extorsivos, afinal de contas, assim é o capitalismo.

E o que a ONU faz mais uma vez? A mesma coisa que fez no caso do Iraque: nada.

Assiste com um ar estarrecido enquanto organiza a fila de empreiteiras que reconstruirão prédios mas que não trarão vidas de volta. Afinal de contas, quem se preocupa com mortos é funerária, mas apenas depois que os vivos pagam o enterro. E somente depois que pagam.

Desse jeito continuará o mundo, enquanto todos julgam e condenam a China, por sua ditadura, ou mesmo se surpreendem com o (para mim) nada surpreendente paradoxo do "que se fala" e do "que se viu na abertura" e com a venda negra dos jogos novamente, todos mais uma vez se esquecem sempre de cheirar o próprio rabo...

Se na China a culpa é do ditador, na democracia quando massacres assim acontecem a culpa é do povo, afinal de contas, democracia é o quê?

E tanto faz se a dita é dura ou não.

Por essas e outras me questiono sempre:

O que é menos ruim/pior/vergonhoso? Um modelo de governo ditatorial onde existe um culpado claro ou um modelo de governo democrático onde a culpa é sempre mascarada?

Mais do que nunca, valorize seu voto.

Ainda que não goste, ou pense que urna é extensão da sua latrina, aceite que a única forma de mudar nossa existência miserável e fazer do Brasil exemplo do "que se faz" e não do "que não se faz", depende apenas de você.

Que deixemos de ser exemplos apenas de samba, mulata, bunda, sexo, e futebol. E olha que o futebol já não está lá essas coisas...

Afinal de contas, os exemplos de fora também não são nada bons.

E que Deus se existir proteja essas almas.

Fonte:
O Globo:
- Rússia amplia ataques à Geórgia e mortes civis chegam a 1.500
- Por falta de consenso, ONU não pedirá cessar-fogo entre Rússia e Geórgia

3 comentários:

  1. Esse seu texto se resume a uma frase que digo sempre (e inclusive disse no texto do Arthurius de ontem):

    "Ditadura é ditadura, seja de direita, seja de esquerda"

    Eu já acostumei. E por vezes já perdi a esperança, mas agora quero acreditar que as pessoas estão abrindo os olhos. Eu preciso acreditar.

    ___________________________________
    Pois Bem...

    ResponderExcluir
  2. O problema é que a Geórgia e a Rússia são países democráticos, e não ditaduras.

    ResponderExcluir
  3. Não fui claro na minha associação =P

    Associei livremente "ditadura" à esquerda e "democracia" (ainda que não citada explicitamente) à direita.

    =P

    ___________________________________
    Pois Bem...

    ResponderExcluir

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.