[Opinião] Obama Wins?

Enquanto os dias passam e passa a pseudo-euforia americana gerada pela eleição do Democrata Barak Omama o mundo retoma seu rumo normal ditado pela mídia. As bolsas voltaram a cair e o dólar volta a subir, agora até existem os primeiros corvos (FMI) anunciando que ano que vem o mundo sofrerá recessão.

Será?

Parafraseando algo que li a respeito da crise, se ela aconteceu porque se descobriu que especulação é que nem esperança, ou seja, morre um dia, e que muita gente que dizia "valho mil" na verdade quis dizer "valho mil negativo" vejo o que ocorre no mundo como um paralelo com o que ocorreu em nossas terras tupiniquins na época da transição do Lula.

Obviamente metade da população esqueceu por falta de memória e a outra quer esquecer, mas recordar faz bem. Anos atrás quando FHC cedeu seu lugar no trono, ops, presidência ao "torneiro mecânico" ocorreu um efeito dominó nas bolsas aqui do Brasil e muita coisa desandou. Como naquela época nossa importância internacional era equivalente a quantidade de neurônios de certos agressores de atrizes o mundo nem se importou.

Mas agora é diferente. Os EUA passaram por anos sob o domínio de uma filosofia de enriquecimento, uma filosofia que beneficiava nitidamente a construção civil (vide Guerra do Iraque e posteriores contratos para reconstruir o país em troca de petróleo) e a partir do ano que vem o jogo muda. Vou tentar traduzir de um jeito simples:

Imaginem uma CEASA (aquela mesma da música). Eu sou verdureiro e um dos amigos do Zé da Couve, que por sua vez assumiu a administração da Ceasa. Zé da Couve, por baixo dos panos, beneficiou a seus amigos na Ceasa oferecendo facilidades que os amigos do Raimundo Moranguinho, rival do Zé, não possui. Facilidades como aluguéis mais baratos para vender verduras e outros incentivos.

Passados oito anos descubro que o próximo administrador será o Raimundo Moranguinho. O problema é que ele tem esse apelido porque só beneficia os vendedores de frutas da Ceasa. Preciso fazer algo para não perder dinheiro, daí procuro rapidamente me livrar dos pontos de venda de verduras.

Mas aí esbarro na Maria Fofoqueira. Ela descobre que Raimundo Moranguinho vai assumir e espalha a notícia. Todos na Ceasa e nossos fornecedores descobrem o que vai acontecer e como. Conclusão, eu acabo perdendo dinheiro e alugo o mais barato possível a outro qualquer, para poder conseguir começar a vender frutas e reiniciar meu ciclo. Astroboaldo, vendedor de verdura descobre que vou sair do ramo e aumenta o preço da verdura para compensar as perdas. Está inserido o caos.

No mês seguinte existem poucas barracas de verdura na Ceasa, mas como antes haviam muitas, o local ganha um aspecto abandonado. Imediatamente Maria Fofoqueira espalha que a Ceasa está falindo e eventuais locatários fogem antes mesmo de entrar, piorando o que já está ruim e criando uma verdade que antes não existia, ou seja, que há uma crise na Ceasa quando na verdade é tudo fofoca da Maria Fofoqueira e covardia dos locatários, que apenas esperam que Maria se cale para fazer algo.

No final das contas Raimundo Frutinha assume uma Ceasa com problemas sérios e todos esperam que resolva.

Desnecessário dizer quem me refiro na comparação. =p

Essa é a situação de Obama e porque questiono que tenha vencido, na verdade acredito mais que a imprensa o elegeu e espera fazer dele o que a Globo tentou fazer do Lula, ou seja, uma marionete.

Na verdade Obama vai assumir um país quebrado, cercado de especulação e sendo carcomido aos poucos e pelas beiradas pela imprensa marrom-bombom. Se ele desviar um minuto sequer do caminho que a Imprensa trilhou será simplesmente massacrado e tudo que hoje é qualidade naquele país vai se tornar erro.

E o pior, no caso dos EUA, um país onde a participação eleitoral é facultativa, a tragédia que um eventual e possível fracasso de Obama pode resultar é catastrófica e não deixo de imaginar que no momento o que está em jogo nos EUA é seu próprio modelo democrático, e o rumo posterior que uma desandada qualquer pode causar é alarmista, pois a tendência eleitoral no fracasso de Obama é elegerem algo pior que Bush... Se é que existe.

Particularmente quero muito que tudo dê certo. Mas tenho medo do futuro e se Obama vai ou não agüentar o fardo de carregar a esperança nas costas.

Postagem para contrariar o PK, pois nesse caso penso diferente... =p

3 comentários:

  1. Creio que ou não me expressei bem no meu artigo, ou não me entenderam direito. O que quis dizer não foi que a eleição do Obama não tinha importância alguma, tinha, sim, mas só não precisávamos ser bombardeados a todos os momentos com as mesmas notícias sobre a eleição, bastava apenas dizer quem venceu no fim das cotas e pronto.

    ResponderExcluir
  2. Pois é, Dragus. O que realmente me assusta é quando a mídia cria um líder.
    A mídia me assusta e principalmente no Brasil onde parece ser a mídia, o "cérebro" do povo.
    Não tenho um partido político definido mas, penso com ideais de esquerda.
    Quanto a esta questão da mídia lembro-me que na gestão de Olívio Dutra tínhamos muito mais recursos pedagógicos, a educação era priorizada. A mídia o afastou, ou melhor, afastou Tarso. Veio Riggoto e perdemos muito mas, até que dava para trabalhar mais ou menos.
    Agora, a grande maioria dos professores vivem angustiados e a questão não é salário, são condições dignas(o mínimo que seja) de trabalho que não temos.
    O Rio Grande também está pensando com o cérebro da grande mídia.
    "Além do cidadão Kane.
    The Corporation" são documentários que arrepiam e ilustram este poder.

    ResponderExcluir
  3. Deixa eu ve se entendi... Você acha que o Obama é fruta?

    Vocês Sabem se ele é casado? Sabem se tem filhos?

    Ah não, esse é outro político

    ResponderExcluir

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.