Enfim, Obama no poder.

Depois de tanta espera, hoje o Obama realmente se torna presidente dos E.U.A. Nunca vi um presidente tão cercado de expectativas e festa, mesmo durante a madrugada e com um frio de "arrepiar cabelo em ovo" como diria minha mãe, as pessoas já se encaminhavam para o local da posse e do grande show que a cerca, onde são esperadas cinco milhões de pessoas, pasmem! Fora os 15 mil voluntários que trabalharam na posse (foram mais de 60 mil inscritos!!)

Por muitas vezes me pergunto: " Será que ele vai aguentar?" Não se pode negar que ele tenha carisma e demonstra uma incrível disposição para ser o que todos esperam. Mas não se pode esquecer que apesar dessa festa toda e da incrível mobilização popular, nem todos os americanos estão com Obama, McCain também teve uma boa votação e provavelmente haverá alguém para critica-lo no primeiro escorregão. E não é só isso, o que Barack vai encarar assustaria muitas pessoas... O país de maior influencia mundial, em crise e ainda nessa guerra sem sentido.

Contra isso, ele diz que irá lutar pelo investimento em infra-estrutura no país, diminuição dos impostos, aplicação na área de saúde e educação, criação de empregos e estímulo ao consumo. Também se mostra preocupado com o meio ambiente e o nível de gases emitidos pelos E.U.A. E, acredito eu ser um ponto muito importante, a objeção dele a guerra no Iraque e os planos de remoção das tropas.

Se ele conseguirá fazer o que pretende ou se irá ou não alcançar as expectativas só saberemos no futuro. O que resta agora é torcer junto e esperar que ele seja um bom governante, que não apenas traga melhoria para o país dele, mas que tenha boas influências sobre o mundo e, se for tão bom quanto se espera, que sirva de inspiração para nossos futuros presidentes também!


Bjuuu =*

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.