[Opinião] Ditadura? Pra quê se temos "democracia"?

De uns tempos para cá o Jornal Extra, filiado a Rede Globo, criou um personagem para tratar com bom humor da quantidade vergonhosa de buracos (na verdade crateras) que existem pelas ruas da região metropolitana. É uma atitude estranha considerando quem o Jornal Extra representa (uma rede de comunicação que costuma, sem papas na língua, cagar cheiroso*), mas ainda assim bem vinda.

O personagem se chama João Buracão.

João Buracão é um boneco de trapos de aparência simpática que costuma posar para fotos ao lado de buracos e crateras que encontra pela ruas. Geralmente o personagem aparece pescando ou incitando o poder público fazendo de seus representantes de ridículo. Ou seja, o mesmo que fazem com quem os elege.

Alguns prefeitos - como o Eduardo Paes. - até cederam a esse poder da mídia (o que não é exatamente correto e ético do ponto de vista jornalístico, claro) e tiram fotos ao lado do personagem e efetuam reparos que sem a presença desse personagem simplemente eram ignorados até mesmo quando outras iniciativas da televisão o tentavam.

Entretanto o que não se pode aceitar é truculência ao modo coronelista como ocorreu em São Gonçalo.

A equipe de reportagem que faz as matérias e fotos do Joào Buracão foram interceptados por jagunços fantasiados de seguranças e o fotógrafo da equipe foi agredido ao não entregar a câmera para apagar fotos de buracos em São Gonçalo, e junto com eles estava o irmão da prefeita de São Gonçalo, vulgo Márcio Panisset.

São Gonçalo é uma das piores cidades do Rio de Janeiro no quesito qualidade de vida. Se você mora na região sudeste e quer ver de perto a miséria humana vá para São Gonçalo e procure por Itaoca. É um local abandonado completamente pelas autoridades onde casas se misturam com depósitos de lixo e não existem ruas asfaltadas. O cheiro da região é indescritível e parece aqueles territórios onde nem mesmo Judas perderia as botas com medo de enfiar o pé na lama e ganhar uma infecção.

Essa cidade ainda assim reelegeu em São Gonçalo. Um indicativo claro que me imagino se os eleitores são burros, se ingênuos ou se o sistema eletrônico de votação é realmente digno de confiança.

E não se resume a apenas Itaoca, em Pendotiba na fronteira com São Gonçalo, nas proximidades do Supermercado Real (Trevo de Maria Paula) percebe-se a diferença ao simplesmente atravessar a rua. Do lado de Niterói a rua tem asfalto e indicativos de presença do Estado. Do outro lado o que se vê é esgoto a céu aberto e buracos, aliás, as crateras que João Buracão procura.

É vexatório saber que tal situação ocorre aos olhos das autoridades e que o que evoluirá nos próximos dias é um jogo de acusações nos quais os agressores serão presos, culpados e envergonhados e os mandantes conseguirão confissões que os eximirão de qualquer culpa ou participação... Uma situação que alguns diziam ser comum na época da Ditadura ocorrendo no dito "auge" da democracia.

Daí eu pergunto nessas horas: que diferença há entre uma Ditadura de Canalhas e uma Democracia de Omissos?

Como diria o Arthurius, pense nisso.

Fontes:
O Globo:
- Fotógrafo do jornal 'Extra' é agredido em São Gonçalo;

G1:
- Aparecida Panisset se reelege prefeita de São Gonçalo;

Extra:
- Agressão à equipe e sequestro de boneco acabam na polícia;

3 comentários:

  1. Me lembrei de uma reportagem do quadro "Proteste Já", do CQC, onde foram até uma prefeitura onde havia superfaturamento da merenda. Os valores pagos (mediante nota fiscal) eram até 10x o valor normal, e o engraçado é que o prefeito tinha um supermercado.
    Os funcionários da prefeitura, vendo o reporter ameaçou bater, sendo necessário a polícia para o reporter ficar na rua, que é um local público, e os funcionários perguntando se o repórter não tinha nada o que fazer.

    Lamentável....

    ResponderExcluir
  2. Escrevi sobre o mesmo incidente em minha "volta" do exílio forçado pela máquina (rs).

    Mais vergonhosa do que a ação da prefeitura de São Gonçalo (já que os envolvidos eram a própria prefeita e seu secretário de saúde e irmão); é a própria posição do povo gonçalense.

    Já que mesmo tendo uma das piores prefeitas do Estado a re-elegeram em primeiro turno graças as doações de materiais de construção que ela fez.

    Então; que se danem. O Judiciário é que deve se manifestar e o Jornal é que deve "tocar" o processo até que esses senhores entendam que em uma democracia, desde que não se cometa um crime, pode-se tudo.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Democracia não é Democratismo.
    O conceito de justiça que o autor alega para o regime democrático é totalmente desprovido de qualquer valor tomista aristotélico, um dos pilares filosóficos principais do sistema democrático. Que se falho é, permite que sim haja, liberdade de expressão, liberdade ao sufrágio, hoje se é verdade que a miserabilidade nos permite tomar um tiro na cara por que o sistema falhou e alguém foi excluído dele, não quer dizer que a época na qual uma opinião qualquer poderia levar a um assassinato, tortura, cerceamento de todas as tuas liberdades assim como da tua família e amigos.

    Como digo EU, pense nisso.

    Uma democracia falha, injusta e cujos donos são as oligarquias é melhor que uma intervenção criminosa de uma instituição do Estado, no caso o Exército, atendo a direitos economicos de forças políticas e economicas distintas dele tendo como política de Estado o assassinato, a tortura e a repressão.

    Pense nisso.

    ResponderExcluir

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.