[Opinião] Em terras de porcos, a porcaria.

Existe um país onde as pessoas são honestas e elegem seus representantes de forma clara. Pesquisam antes de elegê-los e aprenderam a democracia conquistando-a e não recebendo de "presente" de ditadores quando o modelo de poder se desgastou por falta de melhores comandantes. É um país onde se você pergunta a determinada pessoa, até mesmo uma criança, se sabem quem são cada um dos deputados e senadores de seu estado.

São políticos responsáveis, que mesmo quando editam leis e normas ruins como remédio amargo ainda assim o fazem visando o bem maior. Nesse país não existe tráfico de drogas porque pais e mães fiscalizam os filhos e possuem tempo para vigiá-los porque seus empregos lhes dão esse tempo para a família.

Não existe pobreza ou miseráveis nesse país. Existe um consenso e a aceitação mútua. Quem vive no campo não foge para a cidade porque existe emprego. Também não existe o semi-árido porque quarenta anos antes a empresa de exploração de petróleo desse país descobriu água em abundância no subsolo - enquanto epxlorava. - e com a instalação de um sistema justo de irrigação trouxe de volta o verde das plantações em definitivo e não apenas para poucos sortudos de berço dourado.

Nesse país não existem visões panorâmicas ou pensamentos equivocados. Não é preciso gritar por lucidez em uma terra de lúcidos. O mal não nasce, não cresce e não se desenvolve. Cadeias se transformaram em museus e são locais onde os poucos presos que existem se dedicam a regeneração. Não existem psicopatas ou sociopatas nesse país. Canetas nesse país apenas são usadas para salvar vidas e não contas bancárias. E televisões não se resumem a bundas, notícias compradas e escândalos forjados.

Esse país só tem um problema: não existe.

O pleneta terra cada vez mais se afunda em sua própria lama. Quando a humanidade se humanizou ao invés de proteger inocentes protegeu culpados. A cultura do "coitadinho criminoso" se prende a todos como um câncer, o mesmo câncer que tomou Roma e tantas outras civilizações. A única diferença é que não existe mais pra onde ir. Se antes quando Roma caiu os povos se reorganizaram em Feudos até tudo recomeçar dessa vezes estamos fadados a simples destruição.

A sociedade prefere repetir seus erros. Instituições religiosas que deveriam rogar por nossas almas ou mesmo pela paz apenas apregoam mais preconceito e estimulam a exclusão moral e imaterial. A televisão aliena cada vez mais a sociedade e enquanto todos festejam o ocaso, o mundo continua girando a roda da vida.

A igreja católica preferiu excomungar pessoas que salvaram a vida de uma criança de nove anos e poupou de qualquer punição o monstro que a estuprou. É um crime menor aos olhos da igreja vilipendiar crianças e marcá-las pelo resto da vida.

Nos EUA aquele que foi eleito como salvador a cada semana que passa tropeça mais um pouco. É praticamente um Lula, dadas as devidades diferenças e circunstâncias. Figuras cuja popularidade ainda é maior que o tamanho das crateras morais e imorais. Se não corruptos e hipócritas com certeza ingênuos demais para o tamanho do poder que possuem.

Não sei se existe uma esperança para o ser humano, prefero sinceramente nem pensar a respeito. Não tem como nutrir esperanças lendo jornais e assistindo televisão. Quando a caixa que prende almas não o aliena ela simplesmente lhe tolhe e corta asas. Maximiza tragédias e minimiza acertos. A frase "sai da tv e leia um livro" nunca se tornou tão aplicável, apesar de também os livros subirem de preços.

Mas alguém se importaria com tanta coisa?

Acredito que apenas depois do BBB(insira um número)... Ou quando for tarde demais.

Enquanto isso o passado volta e Collor vem aí... Junto de Renan e todos os picaretas clássicos. Faltam apenas dois anos, juntem dinheiro e fujam os que preveem o futuro.

2 comentários:

  1. Como uma criança boba ia acreditando na existência deste país fantástico.

    Lamento dizer que não vejo perspectivas de um bom futuro para nossa sociedade. Falta-nos o senso crítico. Alguns ainda esbravejam contra o sistema mas outros parecem ignorar e acreditar que vivem em um conto de fadas, que tudo o que acontece é normal. A violência tornou-se normal. Alguns até se comovem quando acontece alguma tragédia mas, logo ali adiante acabam esquecendo...

    Aproveitando o ensejo, quanto aos teus comentários lá no blog, digo:

    Obrigada pela gentileza de sempre.
    Fiquei como substituta na escola municipal(com o mesmo salário de um titular) e acredito que por pouco tempo já que a falta de professores é muito grande.
    Sobre os links do Diário e do Simplesmente pode retirá-los pois não existem mais. Gostei de ver o Izaberum aqui mas, não é o link que me faz vir aqui e sim a qualidade dos textos.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Estamos condenados ao eterno marasmo evolucionário.

    Nosso povo adora ser subdesenvolvido e teria dores de cabeça se acordasse um dia e se visse num país de primeiro mundo.

    ResponderExcluir

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.