Volta as aulas greves!

Quando se fala em greve no ensino logo se pensa no ensino público. Professores que paralisam o trabalho para reivindicar, geralmente, ajustes em sua folha de pagamento, seja por estarem recebendo pouco ou mesmo por questões de atraso.

Professores de duas universidades daqui da cidade do Rio de Janeiro estam de greve desde o início da semana, porém engana-se quem pensa que tais instituições de ensino são públicas, muito pelo contrário, elas são particulares. Sim, isso mesmo, você não leu errado, professores de duas universidades particulares entraram em greve. O motivo? Falta de pagamento! Isso mesmo caros leitores, falta de pagamento!

A universidade Grana Gama Filho e a Candido Mendes parecem estar com problemas com suas contas, e ao que parece uma está pior do que a outra. O capus da Candelária da Grana Gama Filho, além de estar sem aulas desde a segunda (02/03) também está com seus elevadores sem funcionar e também está sem ar-condicionado. Na Candido Mendes alguns professores se recusam a dar aula desde o mês passado, já que muitos estão sem receber seus devidos salários desde novembro, isso em uma universidade que tem uma mensalidade por volta de R$ 900,00.

Hoje a Grana Gama Filho divulgou uma nota para tentar esclarecer o que está ocorrendo:
"As universidades particulares estão enfrentando um momento de dificuldades e a Gama Filho vem superando estes obstáculos e os salários estão em dia. A única pendência é em relação ao pagamento do 13º salário, o que vem sendo negociado entre a Reitoria e os docentes da Gama Filho.

Não há paralisação das aulas. Alguns poucos professores que paralisaram suas atividades na segunda-feira voltaram ao trabalho nesta quinta-feira (05/03). A instituição esclarece que na Unidade Candelária há três elevadores novos e todas as salas têm ar condicionado funcionando."

Depois é só o ensino público que passa por dificuldades.

Fonte: Ancelmo.com

Um comentário:

  1. Certamente a mesma ganância que promove mensalidades exorbitantes e além da razoabilidade, se responsabiliza pela inadimplência e pela agonia financeira dessas instituições.

    Um abraço.

    ResponderExcluir

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.