[Blogosfera] Dicas de Monetização.

Já uso Adsense há muito tempo. Até mesmo já recebi o tão sonhado cheque, e exceto por alguns cliques inválidos que recebo (infelizmente tem gente que ainda insiste no tradicional hábito de clicar apenas para prejudicar o outro), tudo vai bem para mim, que monetizo mais porque sou da época da monetização forçada (banner do Geocities, lembra disso?) e prefiro eu escolher onde coloco o banner do que um dia descobrir uma coisa horrorosa no meio do blog (trauma, diga-se de passagem).

Ainda assim observo em muitos lugares que acesso alguns erros básicos de posicionamento de anúncio e não me refiro somente a postura no site em si, mas da própria pessoa que o insere. Pensando nisso elaborei uma curta listinha com algumas dicas básicas do que acredito ser bom ter em mente ao querer monetizar seu site.

1. Não vai dar dinheiro no início. Nenhum dinheiro.
Isso é o básico. A não ser que seu site seja um verdadeiro sucesso, simplesmente inserir os banners de qualquer serviço de Ads (como Yahho, Google, Submarino, etc) não vai te garantir nada. Você não vai viver de bloggar, não vai viver de internet e muito menos vai comer alguém como a Luana Piovani. Provavelmente essa nem com dinheiro consegue.

2. Não adianta você mesmo clicar.
Toda vez que você clica, é invalidado. Toda vez que invalida, você invalida um pouco mais sua conta. Toda vez que o faz de modo descontrolado, você garante ao provedor de Ads que será banido antes mesmo de receber seu primeiro dinheiro nada suado. E fique satisfeito se apenas não receber, hoje em dia até processo pode sofrer o infrator. Ah, e seu nome ficará sujo no sistema roubado e fatidicamente não conseguirá mais utilizar os Ads desse serviço que o baniu.

3. Não deixe seus parentes clicarem ou saberem.
Não existe essa de "meu irmão veio no meu computador e clicou.". Se clicou, invalidou. Se fez muitas vezes, adeus. Você suja seu nome com o mecanismo do mesmo jeito. Não quer cliques inválidos? Proíba seus parentes de clicar, aliás, impeça que saibam que você possui um site. O brasileiro tem uma tendência a dar esmolas e sempre vai ter aquela Tia ou Tio afastado que vai querer clicar no "sitezinho" do parente para ajudá-lo. A única coisa que farão é ajudá-lo a ser banido.

4- Não acredite em correntes de cliques.
Se João-Sem-Braço disse que ganha milhares de reais por dia em uma corrente de cliques, sorte dele. Ele se aproveita de uma cambada de tolos que clicam em seus sites e acreditam na troca de cliques. E ele assim como todos serão banidos dos serviços.

5- Não seja interessante ou atualize pouco.
Exato. Se você quer ganhar cliques, seu blog tem que ser menos interessante que os anúncios. Ninguém vai clicar em qualquer anúncio se você por acaso for melhor que o anunciado. Ou você vai sempre seguir uma linha mediana ou pelo menos atualizar pouco. O problema desse método é que você no mínimo não terá leitores fiéis e se seu interesse é ser conhecido pelo que opina... Não vai dar certo. Obviamente que quando se tornar conhecido (ou se já for), tiver muitas visitas e muitos leitores fiéis pode até reduzir a quantidade de postagens que ainda assim muitos virão. Não pela sua qualidade, mas por sua fama pessoal. Obviamente que abandonar o Blog te fará perder receita e terá que recomeçar tudo de novo.

6- Tenha um domínio.
Apesar de existirem exceções, isso não quer dizer que você será uma. Se quer ganhar algo, tem que gastar algo. Passe a possuir um domínio e descobrirá que sua renda aumenta. Tenha um endereço gratuito e longo e verá que as pessoas não virão. Não por sua qualidade, mas só porque não conseguem digitar seu endereço corretamente ou indicar a amigos. E endereço indicado errado é igual encontrar página errada, ou pior, um concorrente. Sei bem como é, afinal de contas sou um péssimo exemplo disso.

7- Tenha ciência que um dia terá que vender o espaço. Mas que esse dia VAI demorar.
Campanhas por clique não dão dinheiro, o motivo você viu acima. O que dá dinheiro é visualização ou venda de produtos. Logo, tenha consciência que terá que investir em seu espaço para desejarem investir em você. E isso significa investir em você mesmo. Vista-se bem, sinta-se bem, aprimore sempre seu português e mesmo que pertença a algum segmento específico demais tenha a conciência que quanto mais específico seu segmento, mais vai demorar a se destacar, e conseqüentemente mais vai esperar pelo retorno.

Mais dicas coloco depois, atualizando e revisando com o passar do tempo...

4 comentários:

  1. Sei não se essas dicas são úteis...
    parentes raramente usam o mesmo pc que eu, simplesmente porque o meu pc é de uso exclusivo meu (e só uso ele para trabalhar no meu blog).
    Segundo, postagens interessantes podem "brincar" um pouco com links para pesquisa personalizada e anúncios do HotWords.

    Bom, os demais conceitos podem sim ajudar...

    ResponderExcluir
  2. Você sabia que se usar um roteador e seu parente clica o resultado é invalidado, e o pior, você pode ser banido por isso? Mesmo que do seu pc nunca tenha partido um clique sequer.

    E links interessantes não geram receita, apenas visualização, não de leitores efeitvos. Exceto quando ocasionalmente a pessoa clique depois de ler ou seja um paraquedista que não gostou do que viu e clicou por impulso. Ainda assim é um percentual pequeno demais.

    Capitalização por clique não rende muito. O que ganha é alugar espaço.

    ResponderExcluir
  3. Faço parte desse seleto grupo que recebe "aquela graninha" (rs). Outra coisa que não funciona são as famosas campanhas "clica no meu que eu clico no seu". Volta e meia algum "gênio" aparece com essa e fica crente que está abafando e faturando horrores; até ser banido

    ResponderExcluir
  4. Faço parte desse seleto grupo que recebe "aquela graninha" (rs). Outra coisa que não funciona são as famosas campanhas "clica no meu que eu clico no seu". Volta e meia algum "gênio" aparece com essa e fica crente que está abafando e faturando horrores; até ser banido

    ResponderExcluir

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.