Direitos?? Humanos?? Onde??

Uma coisa tem me revoltado e não é de agora: "os direitos humanos". Você pode estar estranhando, mas não, não leu errado!

Eu estava vendo uma reportagem sobre a quantidade de presos que, ao conseguirem o direito ao regime semi-aberto, aproveitam pra fugir. Pra começar, esse negócio de condicional, regime semi-aberto e afins são coisas que não me agradam, afinal em um país onde as penas são tão justas (sento MUITO ironica), dar (mais) esse privilégio a bandido é dose de aceitar.

Como acabar com esse "direito" do preso está fora de questão, o Tribunal de Justiça quer aproveitar a tecnologia para manter o controle dos presos que, usando tornozeleiras eletrônicas, seriam monitorados via satélite.

Se não me engano, o mesmo sistema utilizado em alguns países. Parece uma boa idéia, não é? Não só dificultaria as fugas como, se ocorressem, haveria maior possibilidade de recaptura.

Mas puxa, que insensível!! Por acaso você pensou no quanto aquilo pode tirar a privacidade e gerar o preconceito com o cidadão??? Só porque ele matou, ou torturou, ou estuprou, ou roubou, ou tudo junto mesmo e na maioria das vezes mais de uma vez e sem arrependimentos, não significa que ele tenha que perder alguma coisa da vida dele, não é???

O que seria de nós sem os direitos humanos??? Porque ter os direitos humanos para as vítimas? Já estão mortas não é? e para os familiares e amigos??? ahn não, perdas fazem parte da vida!! Agora, aquele pobre cidadão! que não faz porra nenhuma, acaba com a vida de muita gente, e você se pergunta: "pra que isso nasceu?" ele tá vivo gente!!! e tem uma vida toda pra continuar (matando, roubando) vivendo!!

Temos que pensar neles por que com certeza eles (NÃO) pensam na gente, e obviamente tirar a liberdade e poder gerar um preconceito afetaria a índole exemplar a qual eles apresentam...

É, minha única explicação é que eu devo ser de outro planeta, porque se eles são humanos, por favor, me coloquem em outra raça!!

11 comentários:

  1. Essa do colar não pega pelo que falou... São coitadinhos. Todos. Pobres. =/

    ResponderExcluir
  2. Essa é uma questão que não pode ser analisada superficialmente.

    Os direitos humanos são uma conquista dos indivíduos perante a opressão e arbitrariedade dos Estados. Graças a eles que você pôde escrever este texto e postá-lo na internet ao alcance de todos. Graças a eles você pode sair de casa e ir para onde quiser. E é por causa deles que você não pode ser presa sem o devido processo legal, sem acusação criminal previamente estipulada.

    Os direitos humanos não protegem só quem está na cadeia, pagando por atos que a sociedade considerou inaceitáveis. Protegem as crianças, os idosos, os deficientes, as minorias (étnicas, religiosas, sociais, políticas..). Combatem abusos e explorações, proíbem o trabalho escravo.

    São, em síntese, uma lista dos direitos garantidos a qualquer indivíduo, e dos quais não pode ser privado senão em certas situações, mediante requisitos determinados.

    Enfim, os direitos humanos vão muito além dessa visão de "direitos humanos para humanos direitos". E é preciso tratá-los com mais respeito.

    ResponderExcluir
  3. Pois que em Recife pegou meu querido. Os presos do novo presídio estadual que será construído via PPP vão usar a tornozeleira eletrônica e foda-se que achar ruim.

    ResponderExcluir
  4. Eu também sou de outro planeta então. Não consigo entender como defendem os errados, e criticam os certos.
    Até acho que as pessoas merecem uma segunda chance, porém esta segunda chance tem que vir depois da primeira chance para todas as outras pessoas do mundo. Não vejo razão para dar uma segunda chance a alguém enquanto milhões não tiveram ao menos uma.

    ResponderExcluir
  5. "Graças a eles você pode sair de casa e ir para onde quiser."

    Não necessariamente, Mary.

    Hoje em dia estamos cada vez mais tolhidos por medidas restritivas cheias de boas intenções... Vide o indulto, que a Lara citou, que é mal utilizado e deturpado, libertando bandidos que não mereceriam tal benefício só porque o advogado que contratou conhece brechas da lei que geram tragédias como presos com indulto que acabam indo se vingar de testemunhas/acusadores.

    A boa intenção é válida, mas a prática dela está errada. Algo teria que ser revisado, mas não será.

    Isso sem esquecer organizações de defesa dos direitos humanos que nunca aparecem quando vítimas como João Hélio ou Gabriela Prado morrem, os culpados permanecem impunes e nenhuma instituição dita como "defensora dos direitos humanos" se manifesta a favor das vítimas.

    Fica sempre a impressão de que o ladrão vale mais que o honesto. Sempre.

    ResponderExcluir
  6. Sou a favor daquela velha frase: "direitos humanos, para humanos direitos"; e também daquela outra: "bandido bom, é bandido morto".

    ResponderExcluir
  7. Que bom que alguém ainda se sente tão protegida com os direitos humanos e consegue ver um lado bom neles. Porém, posso ser mesmo mal informada, mas como o Dragus disse, nunca vejo manifestações a favor das vítimas.
    Também como o Dragus disse, esse direito de ir e vir, só se for onde vc mora, aqui no Rio vc só tem esse direito dependendo da hora e do lugar, e mesmo assim nunca se sabe!
    O mundo tá pior até do que a gente pensa... é só vc pensar, vc realmente acha que um cara que sabe que errou e que está arrependido ia querer fugir? não ia querer pagar pelo seu erro? Ele próprio destruia a moral dele!! ele que faça o mínimo de esforço para tê-la de volta!!
    Os bandidos deveriam se envergonhar das merdas que fazem, das vidas que tiram, do sofrimento que causam e não de uma tornozeleira...
    enfim...

    ResponderExcluir
  8. Dragus,

    Você pode sim ir pra onde quiser. Se não o faz (por livre e espontânea vontade) porque não se sente seguro, é uma discussão completamente diferente.

    Lara,

    Não é questão de eu "ainda me sentir tão protegida". Nunca o indivíduo teve tantos direitos garantidos. Se eles são cumpridos, é outra história, mas existem e podem (e devem!) ser reivindicados. O caso dos presos, por exemplo. Você fala do Brasil, mas e os prisioneiros de Guantánamo, os presos pelos soldados estadunidenses no Iraque/Afeganistão? Mantidos presos sem acusação, sem julgamento, em condições sub humanas. Lá, como aqui, tem muita gente que deveria passar o resto da vida atrás das grades. Mas tem muita gente que tá presa sem motivo, porque furtou um pão pra comer.. Cada caso é um caso, não se pode nivelar por baixo.

    Olha, não quis ofender ninguém, apenas dei minha opinião. Cada um com a sua, certo?

    beijos

    ResponderExcluir
  9. Mary,

    "Você pode sim ir pra onde quiser. Se não o faz (por livre e espontânea vontade) porque não se sente seguro, é uma discussão completamente diferente."

    Na verdade é a mesma.

    Na visão corriqueira que nos é passada (via mídia e etc) dos direitos humanos, o psicopata e o filantropo são iguais, quando na prática sabe-se que são bem diferentes.

    Quando fui vítima de violência (moral e física) ao ser assaltado no dia 21 de Novembro de 2008, não fui atendido por nenhuma entidade de direitos humanos ou por nenhuma alma caridosa. No entanto quando vi uma semana depois um assaltante sendo espancado, muita gente veio defendê-lo alguns alegando o tal "direitos humanos".

    Não dá para confiar em uma teoria que na prática defende mais o criminoso que a vítima.

    É impossível.

    Quando uma sociedade passa a tratar melhor o bandido que a vítima, a sociedade é conivente com o crime.

    São pesos diferentes. Não é apenas simplesmente "ir e vir", mas ir e vir com segurança, com garantias de dignidade. Ao menos a garantia de chegar em casa com todos os pertences e roupas.

    Direitos humanos ainda é no Brasil apenas uma convenção que o parece beneficiar um único lado: o do praticante de violência.

    Ah, não ofendeu. Com certeza. =p

    ResponderExcluir
  10. Mary, relaxa, com certeza cada um tem sua opinião, de forma alguma ofendeu e tb espero não ter ofendido!

    Mas é como eu disse, minha opinião é que os direitos humanos só se manifestam em favor dos culpados.

    Nesse ocorrido que o Dragus comentou, eu estava com ele! Vi tudo, tb fui abordada e por um milagre que até hj agradeço consegui ficar bem! Mas vi o estado dele e como NINGUÉM deu a mínima! O máximo que fizeram foi deixar ele voltar pra casa de graça, afinal não tinha mais nem o dinheiro da passagem.

    Lógico que sempre existem os inocentes, os que foram parar na cadeia por erro de investigação, injustiça. Mas todo mundo sabe que é uma porcentagem muito baixa!!

    quantas repostagens eu já onde os presos afirmam que não estão se quer arrependidos! NUNCA vou esquecer um, no globo reporter que falou, faltando duas semanas para terminar a pena: "entrei porque matei e quando dair daqui vou continuar matando"

    E é isso que revolta! todo mundo sabe e eles se quer escondem, muitos bandidos tem "orgulho" do que fazem! e pra mim gente assim não é humana! Só faz mal a sociedade e por isso não merece respeito.

    E por isso sim, acho que direitos humanos só para quem merece tê-los.

    ResponderExcluir
  11. CLAP!! CLAP!! CLAP!! Texto simplesmente genial, Lara. Não há como discordar de nada dele. Nossa, que puxa-saquismo, hein?

    Porra!! Não pode fazer nada com bandido que logo aparece um monte de mulheres mal comidas e homens broxas se dizendo "ativistas dos direitos humanos" e condenando essas ações, alegando "Cadê os direitos humanos?".

    Queria que esses "ativistas" fossem para outros países ver se neles, os presidiários têm tantas regalias como no Brasil, em que bandido tem indulto disso, indulto daquilo, indulto daquilo outro e se eles ficam o dia todo de papo pro ar, sem trabalhar e sem fazer nada.

    ResponderExcluir

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.