Quem quer flores?


Há uns meses atrás, na comunidade Eu Tenho Um Blog, seu dono, mais conhecido como Negão Internauta, sem querer fez sumir o tópico de chat de lá. Como alternativa recriou-o com a sugestiva palavra "Carinho" embutida no nome.

Obviamente só podia dar merda... No sentido teatral da palavra.

Prevendo que eventualmente surgiriam blog-spammers (aquele tipo de gente que posta qualquer merda em qualquer tópico só pra se promover em comunidades de blogs - ainda que se promover como um imbecil, diga-se de passagem e sem rodeios) eu coloquei o seguinte aviso logo na primeira página:



Tivemos nossa primeira vítima, foi motivo de chacota e acabou apagando o próprio spam, o que na prática zerou o contador. E não é que eis que esses dias surge mais um candidato ao bouquet?



O link das flores (teor adulto na imagem, a propósito): Flores do Dragus.

Em geral, a pessoa quando está cometendo um erro, simplesmente apaga sua mensagem no Orkut e admite que foi pega. No entanto, porém e entretanto, sempre existe aquele que faz merda e não satisfeito com o cheiro ainda quer abanar pra compartilhar com quem está em volta. E ainda acha o cheiro bom.

Fico imaginando que tipo de diálogo mental teria partido do jovem para chegar a conclusão que ofender a mãe é a solução.

"...Ele chega em casa, carregando um milkshake nas mãos, vestido apenas com a cuequinha samba-canção do Homem Aranha.
- Oh! Ele me ofendeu... São muitos pintos, ainda que fosse apenas um... Já sei! Sempre funcionou na escola!

E digita sua resposta infalível..."



E não é que ele retribuiu com uma ofensa a terceiros? Na falta de uma resposta melhor, ele pulou a etapa da discussão e da vexação pública (mentira, pois fiz disso um artigo), para xingar minha mãe.

Xingar a mãe é uma coisa que não vejo ou sofro desde que saí da escola, do tempo em que eu percorria os hospitais do Rio de Janeiro em busca de glicose (e ainda assim não xingava a mãe dos outros ou as culpava por algo).

Como sinal mais claro ainda da decadência da inclusão digital... De qualquer jeito peguei um elevador pro meu subsolo moral e desci a altura dele. Não posso perder a piada, já que nem amigo tenho pra perder nessa.

Acredito que realmente a discussão vá continuar, mas aí fico em dúvidas: mando mais flores?

Em anexo as regras da comunidade, porque provavelmente ele não leu, pois se fizesse não tentaria acordar o Negão de seu sono de beleza:



Já fez spam, agora ofendeu alguém que não é da comunidade. E depois? E o pior, eu odeio spammers.

Óbvio que, se ele participasse do chat e não resumisse sua participação a um spam (velado) e uma ofensa, talvez reconsiderasse as flores... Mas... Ele não fez.

E no final, tem culpa eu?

2 comentários:

  1. =DDDDDDDDDDDDDD Dragus em mais uma batalha contra os spamers ahuiehoeiuhe

    ResponderExcluir
  2. huahauhauhaua.... dá-lhe!
    Tem gente que pede e merece!!!!!

    ResponderExcluir

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.