Aos que estranham minha ausência.

De fato deixei o Pensamentos sem pensamentos.

No entanto, está difícil conseguir me concentrar no computador de uns tempos para cá.

No trabalho mal consigo sentar no meu monte de sucata, e em casa a cadeira que tenho usado é absurdamente desconfortável de modo que quando penso em escrever desisto e parto para entretenimentos sem compromisso com qualidade (leia-se: jogar World of Warcraft). Quando estou no curso de informática da UFRJ, uso computadores ainda piores e mesmo acessando meu pc via VNC, aqui não tem o ambiente adequado que me permita criar algo além desse tapa-buraco.

Isso resultou em uma crise criativa sem precedentes que me fez até parar de comentar nos blogs que acompanho (não tenho nem criatividade para opinar...), e se é pra dizer "concordo" ou "post genial", prefiro ficar calado mesmo.

Espero esse mês solucionar essa minha "crise" comprando cadeiras para casa.

E quando voltar penso em mudar algumas coisas por aqui, ou não.

2 comentários:

  1. olá Dragus

    entendo você, sinto a mesma coisa em casa, em casa parece que só me dá vontade de fazer coisas que ocupem o menos possivel a mente,entro na internet interajo com as pessoas, mas postar é algo que requer concentração e inspiração mesmo. Normalmente escrevo mais no trabalho, a internet é melhor, o computador é mais moderno e o ambiente é mais silencioso.

    espero que esta fase "ruim" passe pra você, mas não se cobre tanto, quem te lê saberá entender seus motivos e compreenderá que é melhor se entregar por inteiro as coisas do que fingir que nada está acontecendo fazendo coisas que reprovamos.

    Até a volta!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Cara, também passei por isso. A cadeira que usava me causava dores nas pernas e me tirava o ânimo de escrever. Ainda não resolvi completamente, apesar de trocar a cadeira, a nova ainda é um pouco desconfortável. Mas, agora, está bem melhor.

    ResponderExcluir

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.