Coisas que aprendi trabalhando em um Cyber Café

A imagem pode não ter muito a ver com o texto, mas representam bem  das expressões que mais faço aqui no trabalho.


Não importa em que ramo você trabalhe sempre irá aprender coisas novas, algumas das quais fará proveito, outras... Nem tanto. Se você trabalha dentro de algum local que mais parece uma masmorra e lida sempre cm as mesmas pessoas, suas chances de vivenciar uma experiência nova a cada dia é baixa depois que já está habituado ao local. Mas se você trabalha lidando com o público, seja ele qual for, suas chances de ver coisas absurdas é bem grande.

Ai vai uma pequena lista de coisas que aprendi (segundo os usuários):
  1. Muitas pessoas não sabem contar;
  2. Também não sabem ler;
  3. A maioria das pessoas são surdas;
  4. O único navegador que exite é o "Internet Explorer";
  5. Algumas pessoas nem sabem o que significa a palavra "navegador";
  6. Navegação por abas ainda é algo desconhecido, mesmo existindo desde 2002;
  7. "Internet Explorer" e "Windows Explorer" são a mesma coisa;
  8. Um monitor desligado significa que seu respectivo computador também está desligado;
  9. "Digitalizar" é uma palavra que a maioria das pessoas desconhece, inclusive as que buscam esses serviço;
  10. Um seleto grupo de pessoas não sabe acessar a página do google;
  11. Outro seleto grupo de pessoas desconhece o uso da ferramenta de busca existente na maioria dos navegadores hoje em dia;
  12. Para imprimir um arquivo basta querer, não há necessidade de se dar o comando e depois confirmá-lo;
  13. Da mesma forma que o computador tem que saber exatamente que você quer imprimir a página 32 daquilo documento com mais de 60 páginas;
  14. Educação e idade não tem nenhuma relação um com o outro;
  15. O fato de você saber utilizar bem alguns programas obrigatoriamente te faz ter de saber usar todos os outros programas existentes;
  16. Em caso de negação do item anterior você ouvirá a seguinte frase: "Mas você não sabe mexer em computador? Como não sabe mexer nisso?" Ou variantes da mesma;
  17. É possível mandar um e-mail para o Capitão Kirk;
  18. Algumas vezes terá de mandar um e-mail, também, para a Tenente Uhura;
  19. Mesmo falando em linguagem simples e direta as pessoas insistem em não entendê-lo;
  20. É quase obrigatório saber fluentemente alguma língua estrangeira, de preferência duas;
  21. O cliente nem sempre tem razão, apenas deixe-o pensar que tem;
  22. Não tente dar explicações ao telefone, além de perder tempo perderá a paciência;
  23. Muitas vezes é melhor perder um cliente do que ter de aturar um tipo chato;
  24. É uma pena não haver um filtro que bloqueie a execução de vídeos e áudios de funk;
  25. Não importa como o clima está do lado de fora, você está preso em sua masmorra e sempre vai se surpreender quando sair dela no fim do expediente;
  26. Se tem vontade, a oportunidade e os meios de se fazer algo, faça, não espere;
  27. As pessoas sempre têm urgências mais urgentes que as de outros;
  28. Muitas vezes você pode dar uma de psicólogo, prepare-se.
  29. A quantidade de casas de baixo meretrício (vulgos puteiros) existentes no Centro do Rio de Janeiro é absurdamente grande;
  30. Alguns deles se disfarçam de "Casas de Massagem" outros de "Whiskerias";
  31. Sabe aquele famoso edifício comercial que tem aqui no Centro do Rio de Janeiro? Ele não abriga só uma grande quantidade de lojas de produtos de informática;

Bom é apenas um pequeno resumo das coisas que vejo por aqui. Lembrando que essa lista foi feita de acordo com o modo de pensar e agir dos usuários que freqüentam o Cyber Café em que trabalho. Se acharam isso engraçado ou absurdo, acreditem, isso não é nem metade.

Até a próxima!

5 comentários:

  1. "O cliente nem sempre tem razão, apenas deixe-o pensar que tem"

    Essa é uma regra que se aplica a praticamente qualquer tipo de prestação de serviços, viu...

    ResponderExcluir
  2. É como diz o velho ditado, camarada: Vivendo e aprendendo. (rs)

    Mesmo que se viva num mundo de loucos...

    ResponderExcluir
  3. Pk, o pior é que não posso nem rir. Há uns cinco anos atrás eu confundia computador com televisão. Tinha até medo de computador. Era pior do que teus clientes. :)

    ResponderExcluir
  4. Infelizmente os usuários existem. Sao como praga: impossível matar. Mesmo assim eles sao nossa alegria. Huhhuuhuhuhuhuh. XD

    Quanto mais existirem assim melhor, mais dinheiro no bolso. Como não possuem autonomia para resolver as coisas, a gente cobra. =p

    ResponderExcluir
  5. Muito bom o resumo das Lições!

    O Ed. Central tbm tem "casas de baixo meretrício"? Não sabia!! kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.