Resolução de 2011.


Parou e sentou em sua cadeira diante do computador ligado. Não sentia a mesma vontade de escrever de antes, não conseguia digitar duas frases sequer. Não existia o ímpeto de 2009 em 2010. Era algo burocrático e sem vontade, avesso ao que imaginava para si. Desestimulado e sem novas fontes para beber foi tragado por si mesmo e ali permaneceu, inerte, aguardando quieto o momento certo de voltar. Que não veio.

2010 passou como uma flecha em minha vida. Não consegui levar o Pensamentos para frente e, pelo contrário, dediquei mais tempo ao twitter do que aqui, a ponto de quase ter esquecido de renovar o domínio. Culpa minha.

Não vou prometer postar mais em 2011 porque estaria mentindo para mim e para você, leitor e amigo. Prometo, sim, dar mais atenção e respeitar esse lugar que apesar do desânimo que me assola a alma não tem nada a ver com meus problemas e angústias pessoais.

Tenho que urgentemente aprender a concluir projetos. Para tanto vou colocar aqui nessa postagem uma série de coisas que pretendo realizar em 2011, em formato de top 5 de promessas de início de ano.

Final do ano venho aqui e confiro se consegui algo.

1. Continuar a escrever meu livro-odisséia, que parei na copa 2010;
2. Concluir a saga de Jonas;
3. Voltar a emitir opiniões políticas;
4. Voltar a fazer contos curtos;
5. Comprar uma cadeira com apoio pros braços, porque escrever sem uma dói muito.

Não é muita coisa, até porque espero realmente conseguir cumprir essas cinco metas.

Feliz 2011.

3 comentários:

  1. Eu tinha uma cadeira com apoio pros braços, era a melhor coisa da vida, aí meu irmão levou pra casa dele =/
    E espero que 2011 venha com tudo pra vc dar continuidade ao seu livro!

    ResponderExcluir
  2. Twitter para mim se mostrou inútil em 2010 ou seja, não gostei foi do meu comportamento nele. Lá agora só funciono por falo por DM. E colocarei alguns links que gostei.

    Bah! Queria ter essa capacidade de não demonstrar nada quando estou passando por angústia ou tristeza. Comigo todo mundo acaba sabendo.

    No mais, que 2011 seja melhor que 2010 e pior do que 2012.

    ResponderExcluir
  3. Pouca gente dá valor. Mas, uma cadeira confortável é fundamental para quem passa bons períodos escrevendo (a mão ou no computador). Sem isso, a coisa se transforma numa sessão de tortura medieval que eu não desejo para ninguém.

    ResponderExcluir

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.