Haddad diz que governo é Agiota (só porque convém).

A notícia está aqui:
http://oglobo.globo.com/pais/haddad-uniao-atua-como-agiota-na-questao-da-divida-publica-7292016


O que vejo nessa notícia (e falácia por parte do prefeito eleito) é outra coisa.

Vamos voltar no tempo... Aos tempos em que Zé Dirceu e a turma dos condenados na ação penal 470 ainda davam as cartas e criaram as regras até hoje seguidas.

Um tempo em que o Rio de Janeiro (cidade e estado) era governado pela oposição ao PT a poderosa União fez o possível para falir a cidade. Cortaram verbas, atrasaram repasses para gestão de hospitais federais enfiados na goela da prefeitura e os repasses para a viabilização do PAN2007.

Somado a isso, como os então prefeito e governador do Rio de Janeiro se tornaram persona non grata para a emissora que derrubou Collor... Juntou-se por fim o útil ao agradável.

Destruíram financeiramente e moralmente esses governos e seus governantes (sem nenhum mérito a esses não mencionados ex-governantes, pois na minha visão político não presta, seja de esquerda, direita, cima cima, baixo baixo, esquerda, direita, A+B+C start).

Daí, elegeram o Cabral. Aquele que reinventou a roda da assessoria de imprensa e blindou-se de tal forma que seus aliados só são mencionados nos grandes jornais e portais quando são notícias positivas, ainda que não sejam exatamente e somente na visão de seus colaboradores (como a famigerada cobertura que deram aos cracudos para justificarem o método quase nazista de lidar com o problema).

Verbas vieram por milagre quando o Sérgio Cabral posteriormente e seu amiguinho Paes foram eleitos para resolver problemas que só surgiram exatamente porque a União deu golpe baixo para favorecer a eleição dos seus.

Era a fase dos cartazes do "somando forças", alusão de que antes se subtraíam forças. Mas só não diziam quem subtraía o tapete (hoje em dia sabemos quem).

E do mesmo jeito passou a assinar obras e projetos (que deram certo) de governos anteriores como se fossem idéias deles e relegavam aos governos anteriores apenas o ônus. Nem que para isso precisassem atrasar obras em quatro anos para que os eleitores não se lembrasem de quem as fizera ~olá Escola de Paquetá).

Bons discípulos do clã do Sapo Barbudo.

Enfim, foi isso.

Agora que o PT assumiu a prefeitura da maior cidade do país, eis que de repente aquilo que antes servia para prejudicar os governos PSDB (oposição) ~ em todo o país, diga-se ~ agora se torna feio, malvado, taxa de agiotagem. Mas enquanto Haddad se aproveitou dessas

É o uso conveniente de ardis mentirosos, que o PSDB usou e o PT aperfeiçoou. E que o povo da cidade de São Paulo sofra com isso.

Agora esse ataque financeiro será voltado para o governo do estado.

A não ser que Haddad seja diferente de seus criadores, eu temo pela cidade.

E pelo país.

E pior ainda é saber que alternativa era Russa, Mano. Ou Serrar tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.