O Mito da Imparcilidade.

Aposto que muitos, se não todos, já ouviram falar nessa tal de imparcialidade. Vocês sabem, aquilo sobre não assumir partido sobre nenhum dos lados em uma discussão. Pois é, saiba que isso não existe, não importa em qual âmbito se esteja, imparcialidade é algo que não existe. Principalmente no meio jornalístico

Vou tentar explicar, pegue um crítico musical, independente de sua especialidade, na teoria, ele deveria analisar um disco de acordo com seus conhecimentos. Se instrumentos e voz estão harmônicos, se estão bem afinados, se a melodia e letra combinam, se a letra é boa, a técnica utilizada, dentre tantas outras coisas.

Da mesma forma um crítico de cinema, ao analisar um filme ele vê diversos aspectos, atuações, roteiro, direção, fotografia, maquiagem, montagem, tudo tem de ser bem estudado para se fazer uma boa análise.

Mas é justamente ai que está o grande porém, afinal, ninguém faz isso. Quando você critica algo, você o faz de acordo com seus gostos pessoais, não adianta dizer o contrário, todos fazem isso. Se um crítico de cinema analisa um filme, ele falará de aspectos técnicos, mas além disso ele falará do filme segundo sua opinião. O mesmo para o crítico musical, por melhor que seja uma canção, por mais bem executada que ela seja e melhores os músicos, se ele não gostar, ele não irá dar uma crítica favorável.

Da mesma forma acontece com o jornalismo. Um jornalista, na teoria, teria de ser o mais imparcial possível, para tentar narrar fatos da forma como eles são. No entanto não é o que acontece, seja por conta de coisas que ele acredite, ou seja por imposição, o jornalismo brasileiro vem sofrendo muito por conta disso. Ao invés de informar, denunciar e mostrar como as coisas acontecem, parecem estar sempre querendo desviar a atenção dos fatos, torcendo uma coisa aqui outra ali, mostrar que não é bem assim.

Veja o que ocorre atualmente no Rio de Janeiro. Pergunte a qualquer cidadão sensato e trabalhador como ele vê a situação do município do Rio. As respostas não serão nada animadoras, desde o caos no trânsito, por obras que paralisem a cidade, fechamento de vias importantes sem que alternativas tenham sido previamente criadas, até os já conhecidos problemas na saúde e na segurança.

Boa parte da imprensa parece não ver essas coisas acontecendo, ou simplesmente não quer ver, sequer que o povo se de conta disso, sendo que tudo está a olhos vistos, basta uma rápida caminhada pelo centro da cidade, ou alguns bairros do subúrbio. Tirando alguns casos mais gritantes, parece que sempre está tudo bem com o Rio. Capas de jornais mostrando praias lotadas, gente feliz com o calor infernal que tem feito nesse ano, futebol, novela... 

Revista semanais? As mais lidas sempre abordam temas irrelevantes, ou quando falam de algo sério, parecem estar sobre a batuta de algum extremista político, sempre defendendo os seus.

Por isso, nunca confie na imparcialidade das coisas, nem na de ninguém, todos falamos de algo baseados em nossos gostos pessoais, nossas filosofias. Imparcialidade é algo que funciona muito bem e é bonitinho na teoria, pois na prática, se um dia houve, hoje em dia ela foi esquecida e não passa de uma palavra no dicionário.

2 comentários:

  1. É muito bom ver que vocês voltaram a ativa. Espero que os textos, sempre instigantes, voltem a ser uma constante. Fazia falta...

    ResponderExcluir
  2. Imparcialidade não existe realmente. Os grandes portais, jornais TV's e rádios são movidos por interesses econômicos vorazes. Sem o patrocínio dos anúncios estatais eles não se mantém. Mesmo nos blogs e fanzines, a imparcialidade é um mito pelo simples fato de que cada escritor é movido pela sua visão de mundo e suas convicções. O máximo que podemos pedir é que os dois lados sejam ouvidos ou tenham o mesmo direito de se manifestar. Eu mesmo afirmo livremente, não há imparcialidade em meu blog. Seria uma hipocrisia afirmar o contrário. Afinal,é um blog de OPINIÃO e, portanto, não pode ser imparcial com nada. Mas, sempre permito que comentários com visões diferentes sejam postados livremente, mesmo quando são diametralmente opostos a minha opinião. E é isso o que devemos esperar dos blogs (em minha visão).

    Quanto a "cegueira" dos grandes meios para o caos que nos cerca, isso se explica pela dependência econômica dos grandes anunciantes (como já falei) e pela cumplicidade criminosa de algumas redes com as ideologias dominantes (seja de direita, esquerda ou centro) em cada região.

    Um forte abraço e escrevam mais.

    ResponderExcluir

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.