Sobre a utopia vegan e a realidade dos números.

[REVISÃO]


Depois de comentário de uma leitora (obrigado Renata Emanuelle), vi que houve um erro matemático. Quando disse que errei nas contas lá embaixo, não estava mentindo. Errei mesmo, e isso muda as coisas. Aproveitei e revisei as medidas do planeta Terra. Se errei nisso, errei em outras coisas. E claro que errei, vejamos.
1. Não são 3,9 km², são 0,0039km²;
2. A área seca do planeta Terra é de apenas 148.647.000 km². O restante dos km² são água;
3. Dessa forma, a Terra tem condições de ser distribuída por 38.114.615.385 famílias (148.647.000 km² de sua área seca divididos por cada 0,0039 km²);
4. A Terra tem 7 bilhões de habitantes,o que dá pelos critérios do autor Roberto Resende nas mesmas 1.400.000.000 famílias. Sobrariam ainda 35.714.615.385 terrenos livres.
5. Por fim, mesmo se distribuíssemos para uma dessas 7.000.000.000 de pessoas um pedaço de 0,0039 km², continuariam disponíveis cerca de 31.114.615.385 de terrenos.

E falei apenas e somente de terra, continuo sem considerar outros fatores. Errei, e errei feio, abaixo. Meu retrato está na imagem ao lado.

Em suma, este recorte admite a possibilidade.

Só precisa, pra dar certo, lidar com o fator humano, já que a maior parte do planeta está nas mãos de um percentual mínimo.

E posso, obviamente, estar errado de novo.
---------------------------------------------------------------------

De acordo com Roberto Mendes, do blog Permacultura Pedagógica, a quantidade de m² necessárias para produzir vegetais para sustentar uma família de cinco pessoas é de cerca de 3.900 m², ou 3,9 km². Vide tabela abaixo:


A superfície da Terra tem 510.072.000 km² (peguei no Wiki), nem toda ela habitável e sequer possível de plantar. Mas vamos considerar que sim. Dessa forma, nosso planeta tem possibilidade de assentar 130.287.693 famílias. Que é basicamente os 510.072.000 divididos pela quantidade de quilômetros necessários segundo os critérios acima.

Beleza?

O planeta Terra tem (ainda segundo o Wiki), 7.000.000.000 de pessoas, que seriam 1.400.000.000 de famílias de cinco pessoas de acordo com os critérios estipulados.

Vamos prosseguir a matemática.

Para atender os critérios de sustentabilidade estimados acima, precisamos dividir a área da Terra entre 130.287.693 famílias. Só que existem 1.400.000.000 famílias, logo temos 1.269.712.307 famílias de fora disso.

E o texto não menciona nem que as pessoas comam carne ou não comam. Vou ignorar essa hipótese no recorte e ponderar que não comam. Porque se comerem precisarão de outras fontes de alimento, muda o tipo de plantas, etc e tal.

Daí vamos a polêmica da questão:

Na hipótese do mundo abolir a carne, como defendem os vegans, teríamos algum... digamos... Problema na em relação a capacidade de produzir alimentos (mais problemas, diga-se).

Uma solução seria reduzir drasticamente a quantidade de pessoas (ou seja, nada de ter filhos para muita gente). Reduzir a população mundial de um dia pro outro em menos de 130.287.693 famílias. Ainda que reduzisse, a hipótese elencada utiliza toda a terra disponível, esta ocupada por cidades, florestas, espaços de uso comum, etc. Sai tudo. Vira tudo um monte de fazendas sem qualquer espaço neutro ou possibilidade de comunicação além de seus vizinhos diretos. Se ficar doente não tem hospital. Assim como não tem governo. E não tem internet.

Ou seja, essa hipótese implicaria também em sacrificar o pasto dos animais onde ao invés de comê-los, no mínimo os mataríamos de fome.

Pode-se dessa forma optar por diminuir a quantidade de pasto para manter os habitats dos animais (e áreas úteis) necessariamente implica em sacrificar mais pessoas para assegurar a utopia.

Considerando que o ser humano é um animal, e que uma das prerrogativas mais alardeadas do veganismo é que animais não podem sofrer ou ser sacrificados para atender aos interesses humanos...

E agora José? Como você faria para resolver?

1. É uma proposição acerca de dados que postei aqui, obviamente existem outros e seria interessante compartilhar;.
2. Posso evidentemente ter errado as contas, ou ter me baseado em uma fonte infeliz, nada mais natural que a refute.
3. É uma pergunta/questionamento produzido em cima de uma utopia difundida em inúmeros portais;
4. Não tem a ver com as pessoas, mas com as ideias defendidas;
5. Se você leva pro pessoal, melhor nem descer pro play.

Referências:
Mendes, Roberto. O que sou capaz de produzir em 1000 metros quadrados. Permacultura Pedagogica, Pernambuco 2011. Disponível em , acesso em 06 jan. 2015. [blog]
Planeta Terra, disponível em , acesso em 07 jan. 2015.
WIKIPEDIA. População Mundial. Disponível em: , acesso em 06 jan. 2015.
WIKIPEDIA. Terra. Disponível em: , acesso em 06 jan. 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cuidado com sua postura ao comentar:
A responsabilidade pelas opiniões expostas nessa área é de de seus respectivos comentaristas, não necessariamente expressando a opinião da equipe do Pensamentos Equivocados.